Louis Van Gaal, de 63 anos, admite vontade de trocar Manchester por Portugal e de colocar ponto final na carreira como treinador. O facto de ter em casa em Portugal explica a opção pelo país: "Quero deixar o #Futebol e ir para lá, jogar golfe e comer comida fantástica", referiu em declarações ao "Daily Telegraph". "Se fosse pela minha mulher, já teria terminado há cinco anos! Não estou casado com o futebol mas sou treinador 24 horas por dia, assim como sou pai dos meus filhos, avô dos meus netos e amante da minha mulher 24 horas por dia. Mesmo assim, sei que estou mais casado com a minha profissão do que com a minha mulher", acrescentou Van Gaal.

Publicidade
Publicidade

Nesta temporada, o poderoso Manchester United tem surpreendido pela... negativa, nada condizente com o currículo do treinador holandês, campeão europeu de clubes em 1995, vencedor da Taça UEFA, três anos antes, bi-campeão espanhol, no final da década de 90, e campeão alemão em 99/2000.

Na actual edição da Premier League, o United ocupa o quarto lugar, a oito pontos do Chelsea, treinado por José Mourinho, vantagem que pode ser alargada para onze pontos se os londrinos vencerem o jogo que está em atraso.

Maus resultados 

Frente ao MK Dons, equipa do terceiro escalão inglês, o Manchester United perdeu por 4-0 (!) e ficou afastado da Taça da Liga logo na segunda eliminatória. Na Taça de Inglaterra, a equipa de Van Gaal atingiu as meias-finais, mas foi afastada, em casa, pelo Arsenal, ao perder por 2-1.

Publicidade

Esperava-se muito mais de um plantel recheado de estrelas como Van Persie, Rooney, Radamel Falcao, Juan Mata e Di Maria, entre outros. Alguns craques como os ex-jogadores do FC Porto e do Benfica pretendem continuar a carreira noutros destinos. Por outro lado, o Manchester United suspira pelo regresso de Cristiano Ronaldo (numa altura em que se fala do interesse do português pelos Estados Unidos).

Ambição...moderada

Louis Van Gaal mostra, no entanto, ambição... moderada para o resto desta temporada, em que traça como meta, pelo menos, a qualificação para a próxima edição da Liga dos Campeões Europeus.