Nelson Évora parte para os Europeus de #Atletismo em Pista Coberta em Praga como o grande favorito para a conquista da medalha de ouro na prova do triplo salto. Os campeonatos europeus realizam-se entre sexta-feira e domingo na capital checa. O saltador português, campeão mundial em 2007 e campeão olímpico em 2008, está de regresso aos bons momentos de forma, depois de ter sido afectado por várias lesões graves ao longo dos últimos anos. Neste momento Évora lidera o ranking mundial do triplo salto com uma marca de 17,19 metros. Esta marca encontra-se a pouco mais de 10cm do seu recorde nacional em pista coberta.

Na lista de saltadores que participam no triplo salto em Praga, Nelson Évora ocupa o primeiro lugar com os 17,19 metros alcançados no Nacional de Clubes.

Publicidade
Publicidade

O português é seguido pelo espanhol Pablo Torrijos, com 17,03 metros e pelos russos Dmitry Sorokin, com 16,94 metros, Aleksey Fyodorov, com 16,91 metros e Dmitry Chizhikov, com 16,89 metros.

Depois de superadas as lesões da tíbia, que o impediram de participar nos Jogos Olímpicos de Londres, e da artroscopia no joelho que encurtaram a sua época no ano passado, Nelson Évora é o grande favorito nas casas de apostas para trazer a medalha de ouro para casa e sagrar-se pela primeira vez campeão numa grande competição de pista coberta. O seu melhor registo foi o segundo lugar nos Campeonatos do Mundo de Pista Coberta de 2008 em Valência, em Espanha.

Nelson Évora é mesmo a grande figura portuguesa nestes Campeonatos da Europa de Pista Coberta, onde Portugal estará representado por apenas sete atletas.

Publicidade

Naquela que é uma das mais pequenas comitivas portuguesas de sempre na história destes campeonatos, só Évora tem aspirações claras de conquistar a medalha de ouro.

Outra atleta a almejar um bom resultado será Patrícia Mamona, também no triplo salto. A vice-campeã europeia em 2012 chega a Praga com a 10ª melhor marca do ano, mas para poder estar na luta pelas medalhas terá de se aproximar do seu recorde nacional de 14,36 metros.