José Mourinho é o mais polémico, mas também um dos mais bem sucedidos treinadores do #Futebol Mundial. Com uma carreira que talvez ainda nem a meio tenha chegado, o treinador que já foi campeão em todas as principais ligas mundiais e que já venceu duas Champions League, representou grandes clubes. Não só, mas também por estas razões, recebeu várias propostas. Conheça aqui algumas das "ofertas".

A carreira de treinador principal começou no Sport Lisboa e Benfica. Uma experiência que durou apenas algumas semanas. O Sporting devia ser o destino seguinte, mas de acordo com afirmações feitas por José Veiga em 2013, no programa Linha da Frente da RTP: "Em duas horas deixou de ser treinador do Sporting, porque os dirigentes tiveram receio.

Publicidade
Publicidade

E ele obviamente que ficou estupefacto, de boca aberta. (…) o Sporting cedeu a pressões."

Acabou por assinar pelo União de Leiria. O Benfica tentou mais tarde fazer regressar o treinador. O Público deu o negócio como fechado: " (...) José Mourinho está de regresso (...). Tudo terá ficado acertado na reunião prevista para ontem à noite entre Manuel Vilarinho, presidente benfiquista, e o ainda treinador da União de Leiria."

Em 2007, Mourinho tinha sido despedido do Chelsea e decidiu tirar um ano sabático. Chegou a dizer-se na altura que o Bayern Munique pretendia contratá-lo para a temporada seguinte. A ser verdade, resta saber o que falhou no negócio.

Nessa mesma época recebeu um convite do Tottenham, mas não podia aceitar, pois o acordo estabelecido com Abramovich impedia-o de representar outro clube inglês: " Eu não podia ir.

Publicidade

Não podia. Estava impedido de treinar em Inglaterra por 2 anos." referiu Mourinho ao The Telegraph. Também naquela altura teve uma proposta da Seleção Inglesa de futebol. Uma proposta que esteve tentado a aceitar, mas o trabalho mais monótono que uma seleção exige levou-o a dizer não. Também naquela época, Mourinho recebeu ainda uma proposta do Olympique de Lyon, mas terá rejeitado com a esperança de poder rumar ao Barcelona, equipa com a qual esteve em negociações.

Também o PSG tentou a sorte duas vezes, mas Mourinho disse não: "Eu já estava familiarizado com o projeto do Paris Saint-Germain até antes de ele ser posto em prática. Eu era a primeira opção de Leonardo, quando ele assumiu. Depois, quando Carlo Ancelotti saiu para o Real Madrid, eles fizeram outra oferta", referiu o treinador português à Telefoot.

O Real Madrid, clube que Mourinho representou entre 2010 e 2013, fez várias abordagens: "Recusei duas ofertas do Real e, quando a terceira chegou, percebi que estava a deixar passar o comboio", afirmou o treinador português à France Football. Recentemente, o Mundo Deportivo afirmou que pode ter recebido um novo convite já em 2015.

Em 2010, Carlos Queiroz tinha sido despedido da Seleção Portuguesa e a crise estava instalada. Portugal tinha o apuramento em risco para o Euro 2012. Mourinho já tinha dito sim ao convite de Madail, mas o Real Madrid não autorizou.