Sem Pepe no centro da defesa, forçado a ficar de fora por lesão, e com Fábio Coentrão a jogar no meio campo, Portugal mostrou-se com ambição e com uma grande concentração ao longo dos 90 minutos do jogo, disputado no Estádio da Luz. Com o resultado final em 2-1, Portugal assume a liderança no Grupo I de qualificação para o europeu de #Futebol 2016, que se disputa em França.

Os golos do encontro foram da autoria do defesa central Ricardo Carvalho, logo ao minuto 11 do primeiro tempo, que viria a sair pouco tempo depois por lesão sendo substituído por José Fonte, central do Southampton de Inglaterra. Fábio Coentrão, que se mostrou a bom nível, depois de assistir Ricardo Carvalho no primeiro golo, fez na segunda-parte, aos 63 minutos, o segundo de Portugal - ou por outras palavras, o golo do triunfo português.

Publicidade
Publicidade

O médio Matic, ex-jogador do Benfica, marcou para a Sérvia ao minuto 61.

Até ao final, Portugal foi controlando o encontro criando, ainda assim, mais algumas ocasiões de perigo junto da baliza sérvia, defendida por Stojkovic, que já jogou pelo Sporting. Aliás, houve ainda mais jogadores sérvios que já vestiram a camisola de clubes portugueses, como é o caso de Markovic e Djuricic, ambos antigos jogadores do Benfica e que actualmente actuam pelo Liverpool e Southampton, respectivamente.

Portugal, que esta noite foi orientado por Ilídio Vale, por causa do castigo de dois jogos imposto a Fernando Santos, jogou inicialmente com Rui Patrício; Bosingwa, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Eliseu; Tiago, João Moutinho, Fábio Coentrão e Danny; Nani e Cristiano Ronaldo. Jogaram também José Fonte, Ricardo Quaresma e William Carvalho.

Publicidade

A Sérvia comandada por Radonvan Curcic apresentou-se com o seguinte onze: Stojkovic; Basta, Ivanovic, Nastasic e Kolarov; Matic, Tadic e Petrovic; Ljajic, Mitrovic e Markovic. Tosic, Djuricic e Skuletic também disputaram minutos neste encontro.

Na próxima terça-feira Portugal mede forças, no Estoril, com a selecção de Cabo Verde num encontro de carácter amigável e em que a receita obtida irá na sua totalidade servir para ajudar as vitimas do vulcão, na Ilha do Fogo. Um jogo em que Fernando Santos já poderá sentar-se no banco de Portugal. Do outro lado, para além de vários jogadores que jogam ou jogaram em Portugal, está uma equipa comandada pelo antigo internacional luso, Rui Águas. #Selecção #Euro2016