Radamel Falcao, 29 anos, é o senhor do golo. Joga na Europa desde 2009. Estava na lista do Benfica, mas foi pelo FC Porto que acabou por chegar ao velho continente. Jogou ali 2 anos, rumando depois ao Atlético de Madrid e ao Mónaco. O que têm em comum estas passagens? Golos, muitos golos (ao todo 150). Estranhamente a aventura inglesa não corre da melhor maneira. Longe de fazer parte das prioridades de Van Gaal, neste momento soma no Manchester United apenas 4 golos em 22 jogos.

É um dado garantido: Falcao está de saída do Manchester no final da época. A gota de água para esta decisão terá sido a sua ausência na convocatória para o jogo com o Arsenal, a contar para a Taça de Inglaterra, e consequentemente as pressões que foram exercidas para jogar nas reservas do Manchester United.

Publicidade
Publicidade

À estação colombiana Win Sports Falcao admitiu que é desejado por várias equipas: "Tenho tido várias propostas, mas preciso de manter a calma. Neste momento estou completamente focado no clube e tenho fé que que muitas coisas podem acontecer no resto da temporada".

É pouco provável, mas pode regressar ao Mónaco, clube ao qual está contratualmente ligado. Os problemas financeiros dos monegascos devem ditar um novo empréstimo do ex-jogador do FC Porto.

Neste momento o Liverpool é apontado como o mais sério interessado no colombiano. Um interesse que, aliás, já não é novo. A entrada de Ballottelli no clube inglês só aconteceu porque o Manchester venceu a corrida por Falcao. O Liverpool está disposto a ceder ao Mónaco Fabio Borini, Rickie Lambert ou Mario Balotelli.

A Juventus também está de "olho".

Publicidade

O fato de jogar com o Mónaco na próxima fase da Liga dos Campeões pode ser o pretexto ideal para definir o futuro de Falcao. O atleta poderia já esta época ter representado a Vecchia Signora. Recentemente referiu ter feito uma má escolha ao ter assinado pelo Manchester em detrimento da Juventus.

O Real Madrid é um sonho que Falcao já admitiu publicamente. Os "blancos" também seguem o jogador há já algum tempo. Vê-lo no Real não seria por isso de estranhar: "É tranquilo, não irei sair nem traí-lo (ao Mónaco), exceto se receber uma chamada do Real Madrid. Se este ano assinar pelo Real Madrid, é o meu sonho" revelou o jogador ao jornal AS em 2014. Os novos-ricos de Espanha, o Valência, também estão atentos à situação, já que Rodrigo não tem rendido o que era esperado.

O Tottenham pretende vender Soldado e Adebayor, avançados que têm feito uma época dececionante. Porém, mesmo com esse encaixe financeiro, contratar Falcao pode significar um forte arrombo nos cofres dos londrinos. Também da capital inglesa surge o interesse Chelsea, que pretende encontrar um sucessor para Drogba, (embora possam existir outros jogadores prioritários para Mourinho). #Futebol