Real Madrid e Porto chegaram a acordo para a transferência de Danilo. O defesa portista segue, no final da época, para a capital espanhola a troco de 20 milhões de euros. A notícia é avançada pelo jornal "Marca" desta sexta-feira, dia 6, que aponta como principal motivo para a consumação do negócio, o facto do FC Porto precisar urgentemente de um montante na ordem dos 25 milhões de euros para fazer face a alguns pagamentos iminentes e para os quais não possui, de momento, liquidez financeira.

A cumprir a sua melhor temporada desde que chegou a Portugal, Danilo tem vindo a aumentar o leque de interessados e a atrair olheiros dos principais colossos europeus.

Publicidade
Publicidade

Juventus, Barcelona, Real Madrid e Manchester United eram alguns dos que mais perto estariam de garantir o brasileiro para a próxima época, mas os merengues numa jogada de antecipação e aproveitando a delicada situação económica portista, avançaram para a compra do jogador por uma verba a rondar os 20 milhões de euros. Este montante está longe dos 40 milhões da sua cláusula de rescisão, mas é o negócio possível, visto que o defesa termina contrato no final da próxima época.

Ainda de acordo com o jornal espanhol, a vontade do jogador foi decisiva para o desenlace do negócio. Apesar da forte concorrência que o Real Madrid tinha pelo brasileiro, este fez valer a sua preferência pelos merengues, jogando a seu favor a aproximação do termo do seu contrato, que lhe conferiu maior poder na mesa das negociações.

Publicidade

Tello no sentido inverso

Se por um lado a saída de Danilo é um dado adquirido, por outro os dragões encontram-se já a preparar a próxima época no que a entradas diz respeito. E antes de procurar soluções fora do clube, a SAD portista pretende garantir a continuidade dos seus maiores protagonistas da presente temporada. E, nesse sentido, segundo refere o jornal "Mundo Deportivo", a administração portista irá reunir-se na próxima semana com o agente de Tello, com o objectivo de adquirir a totalidade do seu passe. Tello tem um contrato de empréstimo de dois anos com o FC Porto, com uma cláusula de compra de 8 milhões, que os portistas se preparam agora para negociar. #Futebol