Rodrigo tornou-se num dos craques de referência do #Benfica, tendo sido fundamental para diversas conquistas dos encarnados, sobretudo na época passada. Mas, praticamente oito meses depois de ter assinado pelo Valencia, o rendimento demonstrado é uma sombra autêntica daquilo que apresentou na Luz. Considerando todas as competições, Rodrigo regista apenas quatro golos marcados, em 26 partidas efectuadas, raramente com 90 minutos completos, muito longe da influência que demonstrava na estratégia de Jorge Jesus. Na temporada anterior concretizou 18 remates certeiros, marca que dificilmente atingirá este ano, a não ser que o seu rendimento se transforme radicalmente.

Publicidade
Publicidade

Em Espanha esperava-se muito mais de um avançado que custou a Peter Lim, proprietário do Valencia, 30 milhões de euros. Neste momento, já há quem duvide que Rodrigo possa continuar no plantel treinado pelo português Nuno Espírito Santo, mas, naturalmente, o hispano-brasileiro espera manter a confiança do milionário de Singapura: "Não controlo esse assunto, o meu representante é que trata da parte jurídica dos contratos. No entanto, pelo que sei, vou continuar no Valência, é isso que espero", afirmou, recentemente, o hispano-brasileiro.

Rodrigo chegou ao Valencia depois quatro temporadas como jogador do Benfica, embora, na primeira época tenha sido emprestado ao Bolton. No entanto, evoluiu até se afirmar em definitivo nas águias. Antes o jovem jogador tinha a acabado a formação no Real Madrid, tendo chegado à equipa principal em 2009/2010, mas sem conseguir impor o seu #Futebol.

Publicidade

Nigrán e Celta de Vigo são outros clubes que Rodrigo integrou nas camadas jovens após ter estado no Flamengo, colosso do Brasil sediado no Rio de Janeiro, sua cidade natal.

O facto de ter emigrado bastante jovem para Espanha contribuiu para que tivesse dupla nacionalidade e optasse pela selecção de "nuestros hermanos", tendo sido chamado por Vicente del Bosque para representar a respectiva equipa principal, após causar furor como goleador nos Sub-21.