Começou de forma atribulada a semana de trabalho no Académico de Viseu. Depois da derrota no passado domingo e da folga gozada ontem [segunda-feira] os funcionários do emblema da Segunda Liga deparam-se esta manhã com um cenário de assalto na sede do clube. Situadas no interior do Estádio do Fontelo, local dos jogos em casa, foram furtadas das instalações mais de dez bolas entre outros materiais. Naquele que é o segundo assalto de que o emblema academista é vítima em cerca de um ano, salta à vista a curiosidade de em ambos os casos, os viseenses irem defrontar o Sporting da Covilhã.

Além das bolas oficiais que são usadas na Segunda Liga, há ainda a registar o roubo de um retroprojector e de material relativo ao merchandising do clube.

Publicidade
Publicidade

Outro dos compartimentos que teve também a porta arrombada foi a sala dos troféus que curiosamente, e apesar de ter sido forçada a entrada, não registou qualquer troféu subtraído. A direcção do clube, assim que informada do ocorrido chamou a PSP de Viseu que tomou conta do caso, estando agora a investigar os factos. A cumprir o segundo ano consecutivo no segundo escalão do #Futebol profissional nacional, o Académico de Viseu já tinha sido vítima de assalto na temporada passada, quando em meados de Janeiro de 2014, o roubo de vários equipamentos de jogo quase colocou em risco a realização da partida frente ao Sporting da Covilhã, na altura a contar para a 26ª jornada do campeonato. A rápida intervenção da Direcção do emblema viseense, bem como da marca de equipamentos acabou por permitir que o jogo acontecesse.

Publicidade

Desta feita os amigos do alheio visitaram novamente as instalações do Académico, com a Sede do clube, que esta temporada passou para o Estádio Municipal do Fontelo, a ser alvo de novo assalto. A Direcção do emblema viseense já apresentou queixa formal, esperando que em breve sejam descobertos os responsáveis pelos furtos.

No que ao futebol diz respeito, os pupilos de Ricardo Chéu voltaram esta terça-feira ao trabalho depois da derrota frente ao Feirense por 3-0. Para a próxima partida frente aos leões da Serra, o técnico academista não vai poder contar com o castigado João Ricardo, expulso em Santa Maria da Feira, e com os lesionados Tomé, Tiago Costa, Vinícius e Fábio Martins. Já em dúvida estão os médios centro Gabi e Alphonse. O jogo está marcado para as 16 horas de domingo.