As qualificações para o WTA de Miami começaram no início da semana, mas só agora começam a surgir os nomes "grandes" do #Ténis feminino, como as primeiras 10 classificadas do ranking mundial. Ou, para ser mais rigorosa, começaram a surgir e a desaparecer, umas mais rápidas que outras. O wild card foi para a chuva que adiou a estreia da melhor tenista do mundo.

Serena Williams, que desistiu de Indian Wells por conta de uma lesão no joelho, devia ter regressado à competição nas primeiras horas deste sábado, dia 28, mas a chuva venceu-a. O Open de Miami está interrompido por falta de condições climatéricas. Estavam a jogar-se três encontros de singulares femininos que tiveram que parar por causa da chuva.

Publicidade
Publicidade

Mas antes por causa da chuva, que apenas adia o encontro, do que por causa de uma derrota, que significa um adeus. Ainda que prematuro.

Sharapova começa mal 2015

Depois de um vírus no estômago que a afastou, em ano de estreia, do WTA de Acapulco (México), Maria Sharapova foi eliminada há três semanas, ainda numa fase inicial, do torneio de Indian Wells e repetiu agora a proeza em Miami. O carrasco da russa foi, caprichosamente, uma conterrânea de nome Daria Gravilova, que em 2 sets bateu a número 2 do mundo. Quem pode lucrar e muito com o mau momento de Sharapova é Simona Halep, número 3 do ranking, com menos 1089 pontos que a russa.

Como este ano Sharapova não vai somar quase nada na participação em Miami e Simona Halep tudo o que conquistar é "lucro", significa que, caso a romena ganhe o torneio, pode mesmo alcançar a segunda posição.

Publicidade

O ano passado Maria Sharapova foi à meia-final, enquanto Halep não participou no Open de Miami devido ao falecimento de um tio. Nas contas finais do Torneio, a romena vai juntar, aos pontos que já amealhou, os que conquistar em Miami e, quanto mais longe for, mais perto pode ver o segundo lugar.

Para já Simona Halep está em prova, venceu a checa Vaidisova por 2-1, com os parciais de 6/4, no primeiro set, e de 6/1, no terceiro e último set. A próxima adversária chama-se Camila Giorgi, é italiana e ocupa o 37º lugar do ranking WTA.