Lionel Messi disputa com Cristiano Ronaldo o estatuto de melhor jogador do mundo. Já é um dos goleadores mais eficazes de sempre da história do #Futebol mundial. Tem um currículo recheado de troféus como jogador do Barcelona, um dos clubes mais reconhecidos do planeta É autor de proezas incríveis ao serviço da prestigiada selecção da Argentina. Mas tudo isto é ignorado por David West, jogador dos Indiana Pacers, apesar de o "soccer" ser, cada vez mais, popular em terras do Tio Sam.

La Pulga está nos Estados Unidos em representação da sua selecção, para preparar e disputar dois jogos diante de El Salvador e a Bolívia, que terão Nova York e San Juan como anfitriões, a partir de sábado e terça-feira, respectivamente.

Publicidade
Publicidade

Como consequência, Lionel Messi assistiu, tal como os companheiros, à partida entre os Washington Wizards e os Indiana Pacers, o que originou o comentário de David West, no Twitter, depois de confrontado pela jornalista Candade Buckner. O desconhecimento gerou não só a estranheza da repórter, como de milhões de fãs.

Messi apto para jogar

O Barcelona garantiu, entretanto, que o craque está apto para representar a sua selecção, o que provocou algumas dúvidas, depois de se saber que se tinha magoado no pé direito durante a partida dos "blaugrana" com o Real Madrid e devido à ausência no treino realizado na Universidade de George Town, em Washington, capital dos Estados Unidos. Contudo, não foi detectada qualquer lesão, pelo que Messi está disponível para jogar e pode ter a oportunidade de, pela primeira vez, ser visto pelo... distraído David West.

Frente a salvadorenhos e bolivianos, a Argentina é favorita a conquistar a vitória e Messi é, naturalmente, principal candidato a protagonista das duas contendas, embora sejam de carácter amigável.

O mais bem pago 

Por outro lado, o France Football revelou que Messi é o jogador melhor pago do mundo, com o encaixe de 65 milhões de euros, mais 11 milhões do que Cristiano Ronaldo, e, praticamente,  mais 30 (!) milhões de euros do que Neymar, companheiro do argentino no Barcelona.