O #Sporting prepara já a temporada de 2015/16 com todo o afinco. Ao que tudo indica, apesar das divergências que foram bem visíveis entre Bruno de Carvalho e Marco Silva, o treinador continuará em Alvalade na próxima época, desde que conquiste a Taça de Portugal. São ainda muitas as interrogações no plantel. Cédric e Carrillo, dois habituais titulares, terminam contrato em 2016 e a renovação está muito complicada. O desejo do clube é que ambos prossigam de leão ao peito e, de acordo com dados recolhidos, está definido um máximo de 50 mil euros mensais para o lateral direito, enquanto o caso de Carrillo é encarado como especial, pela indiscutível qualidade do peruano, estando Bruno de Carvalho na disposição de oferecer um melhor ordenado ao futebolista.

Neste momento, é grande a distância entre o que o Sporting oferece e o que Carrillo está disposto a aceitar. Em Alvalade existe a consciência da cobiça que o extremo desperta, mesmo em emblemas nacionais, com o FC Porto e o Benfica muito atentos à situação.

André Martins também termina contrato em 2016, sendo igualmente intenção do Sporting renovar o vínculo, sendo que neste caso não há decididamente intenção de entrar em loucuras, pois não estamos em presença de um futebolista nuclear.

Diego Capel, outro jogador que termina contrato em 2016, não vai continuar em Alvalade e o clube aguarda por uma proposta, mesmo que modesta, admitindo mesmo libertar o jogador por valores irrisórios, pois a prioridade é poupar no seu salário muito elevado, na ordem dos 90 mil euros mensais.

Finalmente, Marcelo Boeck, outro atleta cujo vínculo acaba em 2016. A sua situação ainda não está totalmente clarificada, mas só ficará decidida no início da próxima temporada, existindo no entanto a hipótese forte de saída, mesmo tratando-se de um dos líderes do balneário. Até pela própria ambição do atleta, suplente de Rui Patrício há quatro épocas.

Jogadores apetecíveis e cobiçados

William, Carrillo, Slimani e Jefferson são os jogadores do Sporting mais cobiçados e em Alvalade existe a noção de que João Mário, pelas suas características e excelente temporada realizada, já será inevitavelmente um nome em cima da mesa de alguns bons clubes europeus.

O rigoroso plano financeiro em marcha e a convicção do risco claro de ausência na próxima Liga dos Campeões - caso termine em terceiro no campeonato, muito dificilmente o clube será cabeça de série no "play off" da competição, o que obrigará a disputar o acesso à fase de grupos com grandes emblemas - vai obrigar o Sporting a vender alguns dos seus ativos. O nome mais óbvio é William Carvalho, por quem o clube espera obter pelo menos 25 milhões de euros.

Quanto a dispensas, para além do já citado Capel, também Sarr e Rosell poderão estar de saída, sendo que o francês será emprestado, pois é visto como um central com potencialidades, mas ainda muito "verde" para um clube com as exigências do Sporting.

Aquisições para que lugares?

No lote de atletas a contratar para a próxima época, estará um guarda-redes que possa dar mais luta a Rui Patrício, um defesa central, que se junte a Paulo Oliveira, Ewerton e Tobias, um médio defensivo, caso se concretize a saída de William Carvalho, um ou dois extremos, um médio de características ofensivas e, pelo menos, um ponta de lança.

Quanto a elementos da equipa B e emprestados, Ricardo Esgaio, Wallyson, Ryan Gauld e Iuri Medeiros estão na linha da frente para fazerem parte do plantel. #Futebol