Alexandre Lacazette marcou apenas dois golos em jogos oficiais na época 2010/2011. Muito pouco para um avançado, mas um desses tentos foi muito apreciado em Portugal, pois permitiu ao Benfica apurar-se para a Liga Europa, competição em que viria a atingir as meias-finais até ser eliminado pelo Sporting de Braga. Porém, caso não fosse o golo apontado pelo então jovem de 19 anos na receção do Lyon ao Hapoel Telavive, o Benfica teria sido eliminado prematuramente das competições europeias. Foi ao minuto 88 que o avançado proveniente das camadas jovens do clube gaulês restabeleceu a igualdade com a formação israelita, o que lhe granjeou grande popularidade entre os adeptos benfiquistas.

Publicidade
Publicidade

Na altura, muitos fizeram questão de agradecer ao avançado francês a continuidade do Benfica na Europa do #Futebol na sua página de Facebook.

Desde aí muita coisa mudou, a começar pelo visual do jogador, que passou a usar cabelo mais curto. Também a sua importância no seio do plantel foi subindo de época para época e hoje é a figura principal do clube que lidera a Ligue 1 e que sonha voltar a conquistar um campeonato que lhe foge desde a temporada 2007/2008. Começou a surgir com frequência na equipa titular em 2012/2013 e na época passada já esteve em destaque ao chegar à marca de 15 golos no campeonato. Até explodir verdadeiramente esta época. Os seus 23 golos dão-lhe a liderança isoladíssima da lista de melhores marcadores da Ligue 1, com mais sete que Gignac e 11 que Zlatan Ibrahimovic.

Publicidade

A melhoria na performance e na veia goleadora de Lacazette está relacionada com a mudança do seu posicionamento, passando de extremo para uma posição mais central no ataque, onde se destaca pelo poderio físico, grande poder de finalização e capacidade técnica.

Internacional pelas seleções jovens francesas, o jogador nascido em Lyon já disputou cinco partidas pela seleção principal, mas ainda não se estreou a marcar pela equipa treinada por Didier Deschamps. A excelente temporada que Lacazette está a protagonizar está naturalmente a despertar a cobiça de outros emblemas, especialmente ingleses, e muito dificilmente continuará no Lyon. Fala-se em Manchester City, Arsenal e Tottenham, mas não será fácil aos interessados convencerem o presidente do Olympique , que já fez saber que o ponta-de-lança não tem preço e que é melhor que Gareth Bale

Alexandre Lacazette atravessa um momento de forma verdadeiramente espetacular. Marcou por duas vezes em seis jogos, fez um hat-trick e tem praticamente uma média de um golo por jogo, tendo marcado por seis vezes de penálti. Já bateu inclusive as melhores marcas de Bafetimbi Gomis e Karim Benzema, com quem poderá vir a formar uma dupla temível na seleção gaulesa.