Para já não passa de um rumor. Mas em Espanha ganha cada vez mais força a hipótese de Carles Puyol "abandonar" a reforma e voltar a jogar #Futebol. Depois de ter confirmado a retirada dos relvados no fim da época passada após um longo calvário de lesões, eis que o antigo capitão do Barcelona pode estar de regresso. Recentes notícias relatam que o defesa de 36 anos está a treinar com o objectivo de voltar ao activo. Apesar da alta competição estar fora das cogitações do antigo campeão do Mundo e da Europa, mercados como dos Estados Unidos ou do Qatar poderão abrir-se de imediato.

Com um vasto currículo que fala por si só, onde se destacam os já referidos títulos de campeão do Mundo e da Europa pela Espanha, onde somou 100 internacionalizações A, Carles Puyol em 15 anos em que defendeu somente as cores do Barcelona, venceu por seis vezes a Liga Espanhola, ganhou duas Taças do Rei, quatro supertaças, além de três Ligas dos Campeões, duas Supertaças europeias e ainda dois Campeonatos do Mundo de Clubes.

Publicidade
Publicidade

No total são 21 os "canecos" que o defesa central levantou em toda a sua carreira que parecia acabada mas que agora parece ter ganho uma nova vida. Depois de ter decidido abandonar o futebol, devido a constantes problemas num joelho que não o "deixaram" fazer sequer 10 jogos na temporada passada, o "eterno" capitão anunciou em Março do ano passado que se iria retirar, anunciando que "precisava descansar."

Adiantando que notava que o seu corpo já não respondia da mesma forma que antigamente, Puyol deixou na altura no ar a hipótese de ainda voltar a jogar num outro lado, hipótese essa que perdeu força quando aceitou o cargo de assistente do director desportivo Andoni Zubizarreta no Barcelona esta temporada. No entanto as constantes confusões internas esta época fizeram-no sair da estrutura dos Blaugrana apenas três meses depois.

Publicidade

Agora Puyol voltou a encontrar o prazer do treino e o "bichinho" parece estar a regressar. Diz quem o conhece que o defesa espanhol está mesmo de volta aos seus melhores tempos e que, a cada dia que passa, ganha mais força a hipótese de voltar a pisar um relvado.

Segundo notícia do Mundo Deportivo, até os problemas no joelho deixaram de aparecer, havendo já contactos iniciais com algumas equipas da Major League Soccer nos Estados Unidos e do principal campeonato do Qatar, para "albergar" uma daquelas figuras que vai marcar as duas últimas décadas do futebol mundial. Se há casos em que a palavra reforma não fica bem, Puyol é um deles, e a razão está aí à porta.