Álvaro Arbeloa, um dos históricos jogadores do actual plantel do Real Madrid, pretende voltar a ver José Mourinho nos "blancos", cenário de difícil concretização. O português protagonizou momentos brilhantes, como a conquista do campeonato espanhol em 2011/2012, onde Arbeloa era uma referência do sector defensivo, com quase quarenta jogos disputados. Contudo, o facto de não ter conseguido conquistar a Liga dos Campeões, troféu que em Madrid tem dimensão incomparável com outro clube, e todas as as polémicas criadas, bem como o contrato que o liga ao Chelsea, não contribuem para a concretização do sonho de Arbeloa. Todavia, este vínculo até pode não ser obstáculo, porque a continuidade de Mourinho nos "blues" não está garantida, algo que ficará em causa se o Chelsea não vencer a Premier League.

"Sou 'mourinhista', e isso não é idolatrá-lo, mas uma forma de saber fazer as coisas, de ir sempre em frente, de não ter medo de ser como és", referiu o jogador, em declarações ao programa "El Chiringuito".

Publicidade
Publicidade

A ameaça de Danilo

Com a contratação de Danilo, na sequência do acordo milionário com o FC Porto, Arbeloa pode perder protagonismo no Real Madrid, o que pode não só relegá-lo para a condição de suplente, como até mesmo ditar a saída do clube onde está a completar a oitava temporada, não de forma consecutiva, porque registou, entretanto, três temporadas como futebolista do Liverpool e outra no Deportivo Corunha. Carvajal é outro rival de Arbeloa, como lateral-direito, embora o admirador de Mourinho possa desempenhar outras funções na defesa ou ser adaptado ao meio-campo.

Currículo de ouro

Além da referida Liga Espanhola que sobressai no seu currículo, Arbeloa conquistou um Mundial de Clubes, no final do ano passado, a Liga dos Campeões e a Taça do Rei, em 2013/2014.

Publicidade

Em 2010/2011, já tinha vencido esta última competição e, no ano seguinte, ergueu a Supertaça de Espanha. Álvaro Arbeloa é um dos membros da geração de ouro do #Futebol espanhol, sobressaindo as conquistas do Mundial de 2010 e dos Europeus de 2008 e 2012.