Gonçalo Guedes tem apenas 18 anos, mas já soma minutos na equipa principal do #Benfica depois de se ter evidenciado na formação B dos encarnados e nas respectivas camadas jovens. A estreia aconteceu na Taça de Portugal, a 18 de Outubro de 2014, e foi coroada com a vitória por 3-2 diante do Sp. Covilhã, como consequência das observações efectuadas por Jorge Jesus. O primeiro encontro na I Liga foi diante do Penafiel, mas Gonçalo Guedes não teve tempo para se mostrar, porque já entrou em cima dos 90 minutos, mas, mais uma vez, as águias triunfaram. 3-0 foi o resultado final.

A nova aposta do Benfica, agora com contrato até 2021, entrou, também, aos 90 minutos ante o Paços de Ferreira, embora os campeões nacionais tenham perdido por 1-0, e diante do Boavista somou 18 minutos, num encontro em que festejou a vitória por 3-0.

Publicidade
Publicidade

Gonçalo Guedes estreou-se como titular, na Taça da Liga, frente ao Vitória de Setúbal, onde o Benfica repetiu o resultado registado no duelo com os axadrezados, e ante os sadinos, agora a contar para a I Liga, voltaria a festejar o triunfo por 3-0, mas, neste caso, entrou a apenas 15 minutos do fim. A última presença na formação principal dos encarnados foram os instantes finais frente ao Moreirense, no campeonato português, tendo entrado novamente aos 90 minutos. 3-1 foi o desfecho favorável ao Benfica.

Mais frequente são as actuações na equipa B, onde ostenta sete golos marcados, e, pela forma de jogar, já recebeu diversas comparações a Cristiano Ronaldo. Internacionalmente, Gonçalo Guedes já está referenciado por alguns clubes, sobretudo depois de ter integrado, na última época, a equipa ideal da UEFA Youth League.

Publicidade

"É um sentimento muito bom e um grande orgulho ter assinado até 2021. Agradeço ao meu pai e ao presidente do Benfica por me terem ajudado neste processo. É um grande passo na carreira", referiu o jovem jogador à Benfica TV.

A polémica troca de empresário

Gonçalo Guedes é, agora, representado por Jorge Mendes, depois de ter estado ligado ao empresário Paulo Rodrigues. Nos últimos dias, esta mudança gerou, publicamente, trocas de acusações, sendo que o antigo agente do jovem jogador recorreu ao Tribunal do Montijo e exige o pagamento de 1,6 milhões de euros. #Futebol