Dalbert Henrique, é este o novo alvo do #Benfica para o lugar de defesa esquerdo. O lateral brasileiro do Académico de Viseu é sem margem de dúvidas o melhor na sua posição na Segunda Liga. A cumprir a segunda temporada em Portugal, o canarinho de 21 anos tem meio mundo atrás de si. O departamento de scouting dos encarnados tem seguido com atenção a evolução do canhoto, estando muito interessado na sua aquisição. Chegado a Viseu vindo do Flamengo, em Janeiro de 2014, o jogador vê com bons olhos o que diz ser o reconhecimento do seu trabalho.

A notícia é avançada na edição desta sexta-feira, 17 Abril, do Jornal de Notícias.

Publicidade
Publicidade

Com mais uma temporada de contrato com o emblema de Viseu, o interesse do Benfica é "apenas" mais um, num vasto leque de clubes que seguem atentamente a evolução do jogador. Dono e senhor do lado esquerdo da defesa do Académico, Dalbert conseguiu ultrapassar os vários problemas físicos que o apoquentaram nos seis meses que disputou na temporada passada, mostrando este ano o seu real valor. Com uma capacidade física acima da média, tem o perfil característico de um lateral brasileiro. Rápido e com forte propensão atacante, faz bom uso do seu forte pontapé de meia distância. Apesar de apresentar algumas lacunas ao nível defensivo, o canarinho tem evoluído bastante neste campo, mostrando maior agressividade nas marcações e nos espaços livres nas costas.

Titular em 34 dos 39 jogos que o Académico de Viseu disputou esta época na Segunda Liga, Dalbert esteve de fora somente por castigo.

Publicidade

Aliás, o grande volume de cartolinas amarelas (14) que vê é um dos aspectos a corrigir, mas que também é sinónimo da entrega que "coloca" em cada jogada. A estes dados há ainda que juntar os dois golos que apontou, ambos em remates de meia distância. O "foguete" que disparou do meio da rua frente ao Desportivo das Aves [jornada 21] é o melhor cartão de visita do "menino" formado nas escolas do Barra Mansa e do Flamengo.

Com 21 anos e uma grande margem de progressão, é indesmentível o valor de Dalbert, que não esconde o orgulho por ver associado o seu nome ao Benfica. No entanto, o defesa esquerdo mantém os pés bem assentes no chão, prometendo continuar a trabalhar em prol do Académico de Viseu. Com mais uma temporada de ligação entre ambas as partes, a saída do canarinho só será possível caso haja acordo. Apesar da totalidade do passe do esquerdino não pertencer ao emblema viseense, sendo uma percentagem (a maior) de um fundo de empresários, serão as questões financeiras a decidir qual o destino do jogador de 21 anos.

Considerado de forma unânime pelos técnicos da Segunda Liga como o melhor lateral esquerdo desta divisão, o futuro de Dalbert pode mudar em breve. Os próximos dias trarão novidades. #Futebol