A transferência de Danilo do FC Porto para o Real Madrid a troco de 31,5 milhões de euros é desde já um dos negócios mais avultados do #Futebol português. A saída do lateral brasileiro para os actuais campeões da Europa entrou directamente para as cinco vendas mais caras que os clubes nacionais realizaram para emblemas exteriores. Num top 5 composto quase na totalidade por jogadores que saíram dos azuis e brancos, apenas Witsel do Benfica, se intromete no lote dos mais caros. A saída de Danilo é somente mais um sinal do poderio financeiro do Real Madrid, mas também da capacidade negocial dos portistas.

Num top 5 liderado pela venda de Hulk para os russos do Zenit a troco de 60 milhões de euros, seguem-se as saídas de James Rodriguez por €45M para o AS Monaco, de Radamel Falcao por €40M para o Atlético Madrid e de Axel Witsel (o intruso encarnado) também por €40M para o emblema de São Petersburgo.

Publicidade
Publicidade

A esta lista junta-se agora Danilo, jogador de 23 anos que em 2011 deu o "salto" para a Europa vindo do Santos. Resumindo, na lista das cinco transferências mais caras que os clubes portugueses "encaixaram", quatro pertencem ao FC Porto e uma ao Benfica.

A compra de jogadores do campeonato português por parte do Real Madrid é aliás algo que já é normal nos últimos anos, ora vejamos. Pepe, defesa central saiu do FC Porto para o Santiago Barnabéu, tal como Angel Di Maria e Fábio Coentrão, estes provenientes do Benfica. Já em relação ao preço, todas estas transferências rondaram os 30 milhões de euros, mas acabaram agora por ser ultrapassadas por Danilo que "obrigou" os Merengues a despenderem 31,5 milhões de euros.

Chegou "caro" e vai sair como grande negócio

Contratado ao Santos em 2011 por uns impensáveis 13 milhões de euros, muitas foram as dúvidas e pontos de interrogação que se colocaram sobre Danilo.

Publicidade

Jovem, com grande margem de progressão e qualidade para dar e vender, todos estes predicados não deixavam, no entanto, que pairasse no ar o insucesso que poderia resultar a transferência de um jogador ainda sem experiência de futebol europeu e sem hábitos, principalmente no que ao ritmo e intensidade se tratava. O peso do valor, apenas, uma vez mais, suplantado por Hulk que custou aos cofres do FC Porto 19 milhões de euros, parecia ser um entrave para a afirmação daquele que já era visto há quatro anos atrás como um dos mais promissores defesas laterais direitos do futebol canarinho.

No entanto, e após ultrapassar alguns problemas físicos iniciais, Danilo pegou de estaca e até "esqueceu" que queria jogar no meio-campo. Começou por se destacar a atacar e aos poucos foi afinando as competências defensivas. 134 jogos e 10 golos depois de azul e branco vestido, e agora que parece ter ganho a titularidade no Escrete, Danilo tem já destino marcado para a próxima temporada no Real Madrid de Cristiano Ronaldo, Bale, Benzema e companhia. #F.C.Porto