Foi uma noite verdadeiramente para esquecer para David Luiz. O defesa do Paris Saint-Germain até começou o jogo no banco, mas teve de entrar cedo em campo. Com uma exibição repleta de erros, o canarinho esteve umbilicalmente ligado à derrota frente ao Barcelona por 1-3. Um dos principais críticos foi Glenn Hoddle, que analisou duramente a exibição do antigo jogador do Benfica e do Chelsea. As comparações pejorativas foram feitas em directo e estão a correr o Mundo.

Estavam corridos 21 minutos da primeira parte, Laurent Blanc é obrigado a tirar Thiago Silva lesionado e colocar em campo David Luiz, que havia falhado as últimas partida também por lesão.

Publicidade
Publicidade

Sem ritmo e com uma das melhores triplas de ataque do Mundo (Messi, Neymar e Suárez), o defesa canarinho viu-se e desejou-se para parar as inúmeras tentativas blaugranas para chegar ao golo. As dificuldades foram permanentes e estiveram à vista de todos, mas ganharam outros contornos quando, em dois lances com Luís Suárez, o uruguaio passou em ambas as situações com a bola por baixo das pernas do brasileiro e fez golo. Se por um lado não se pode tirar o mérito ao avançado pelos requintes técnicos que demonstrou, por outro a falta de atenção, posicionamento e até a pouca agressividade que patenteou foram por demais evidentes.

As críticas choveram de todo o lado, mas foi Glenn Hoddle, antigo seleccionador inglês e actual comentador da Sky Sports, que disse o que pensava sobre David Luiz: "Quando um jogador não está a 100 por cento por ter vindo de lesão, não pode mostrar esta falta de intensidade.

Publicidade

No lance do terceiro golo, David Luiz era o último homem do PSG e ao ver Suárez a correr para a baliza o defesa deve tudo menos correr na sua direcção e foi exactamente isso que ele [David Luiz] fez. A solução nestes casos é recuar e tentar ganhar tempo até que chegue apoio. O que David Luiz fez foi o que um miúdo de oito anos que nunca treinou faria", afirmou Hoddle num tom bastante crítico.

No mesmo comentário ao jogo, e neste caso à exibição de David Luiz, o antigo seleccionador inglês afirmou que apesar do talento, o brasileiro brinca em campo: "Como defesa comete demasiados erros, mas sempre foi assim. Para os treinadores conseguirem aproveitar o seu talento têm que o colocar a jogar a lateral ou no meio campo. Ele tem talento, mas brinca em campo e jogar #Futebol de alto nível não é isso".