Alguns destes jogadores foram campeões pelo Sport Lisboa e #Benfica, em 2014, enquanto outros alinhavam na equipa B, nos juniores, ou ainda nem sequer tinham sido contratados. O que os une? Todos começaram a época ao serviço do Benfica, e já cá não estão. Vamos ver como se têm portado nos clubes que os receberam.

Bernardo Silva - Primeiro como emprestado, agora como vendido, tem impressionado a Europa, como aliás se esperava. E Leonardo Jardim não abdica do talento da antiga promessa benfiquista. Os dois golos marcados há bem pouco tempo são carimbo de qualidade comprovada. Os recentes elogios de meia Europa têm dado força ao único benfiquista que continua na Liga dos Campões.

Publicidade
Publicidade

João Cancelo - Emprestado no início da época ao Valência, aguardou a sua oportunidade no banco, de onde só saiu no final de Dezembro, tendo feito vários jogos até final de Janeiro, altura em que cometeu uma asneira, acabando expulso. Só voltou este mês de Abril, e foi titular no último jogo. O treinador já disse que o quer segurar para lá do final da época.

Ivan Cavaleiro - Foi emprestado ao Corunha em Janeiro, e estreou-se logo com um golo, mas só fez mais 2, nos restantes 27 jogos que disputou. É habitualmente titular, embora seja sempre primeira opção para substituição, e tem sido suplente nos últimos jogos.

Enzo Perez - Saiu no mercado de inverno, a título definitivo, e tem um total de 11 jogos pelo Valência, onde acumulou exibições pobres, sendo várias vezes substituído, tendo isso originado um problema com o treinador Nuno Espírito Santo, que parece já estar saneado.

Publicidade

Tem uma assistência e 7 cartões amarelos.

Luis Fariña - Emprestado ao Corunha, tem encantado os adeptos e o treinador, e até já despertou o interesse do selecionador do Paraguai, que pretende que o jogador adote essa nacionalidade para o poder convocar. Apesar do sucesso, só tem 1 golo em 18 jogos, e não faz tenção de regressar ao Benfica no final do empréstimo.

Rui Fonte - Emprestado no início de Fevereiro, só demorou 2 jogos para marcar o primeiro e único golo de cruz ao peito, contra o Sporting. Tem vindo a descer de forma, e acabou substituído no último jogo.

Hélder Costa - Está no Corunha desde Fevereiro, onde já alinhou em 6 partidas, todas como suplente, e todas a ocorrerem por volta do minuto 65'. Depois de 4 partidas em Fevereiro, perdeu espaço no mês de Março, tendo regressado em Abril. Não marcou qualquer golo.

Tiago Bebé - Foi para o Córdoba em Dezembro, onde se estreou com uma vitória, mas depois de 12 jogos sem vencer, continua a ser aposta principal para o ataque.

Publicidade

Não tem qualquer golo.

Franco Jara - Foi em Fevereiro para o Olympiacos onde não se conseguiu impor. Nos últimos jogos já foi aposta, tendo inclusive marcado um golo, o que lhe valeu a titularidade na jornada seguinte, tendo regressado ao banco nesta última jornada.

Descubra no próximo artigo o que andam a fazer os restantes jogadores do Benfica que iniciaram a época em Portugal, mas acabaram por ser vendidos ou emprestados a outros clubes. #Futebol