A violência no #Futebol é algo que infelizmente está presente nos estádios e que acaba por afastar público que a única coisa que deseja é desfrutar de um bom jogo e torcer pelas suas cores. A fase de qualificação para o Euro 2016 não tem estado isenta destes casos mais graves. O primeiro aconteceu no Sérvia-Albânia, onde os confrontos registados entre adeptos e jogadores acabaram com a punição de derrota para ambas as Selecções e com a Sérvia a ter que fazer dois jogos em casa à porta fechada.

O jogo entre as Selecções da Croácia e da Itália, que vai ser disputado em Zagreb, será à porta fechada. A decisão da UEFA vem punir o triste episódio de insultos racistas dirigidos a Mario Balotelli, onde os adeptos Croatas chegaram mesmo a atirar uma banana para o relvado.

Publicidade
Publicidade

A UEFA condenou ainda a Federação Croata a pagar 50 mil euros de multa devido também a arremesso de objectos por esses mesmos adeptos para o terreno de jogo. Este é um jogo decisivo na luta para o primeiro lugar do Grupo H, onde a Croácia lidera com mais dois pontos que a Itália, e com a Noruega a espreitar um deslize de qualquer uma destas equipas para chegar aos dois primeiros lugares do grupo.

Mais grave foi a pena aplicada ao Montenegro pelos tristes episódios no mais recente jogo com a Rússia. Para além do jogo ter estado interrompido várias vezes, o guarda-redes Russo Akinfeev foi atingido com uma tocha que lhe provocou várias queimaduras no corpo, tendo sido imediatamente retirado de campo directamente para o hospital. Perante estes comportamentos, a UEFA puniu o Montenegro com derrota no jogo por 3-0 e vai obrigar a Selecção desse país a jogar dois jogos à porta fechada, sendo que o segundo jogo fica em pena suspensa.

Publicidade

O Montenegro foi ainda multado em 50 mil euros.

A Rússia vê assim a ser-lhe atribuída a vitória no jogo. Os Russos ficam agora com 8 pontos no terceiro lugar do Grupo G a um ponto da Suécia e a quatro da Áustria. Mesmo assim, não escapou a uma multa de cerca de 25 mil euros por comportamentos incorrectos dos seus adeptos. #Euro2016