Foi durante uma sessão de treinos da Fórmula 1 em Xangai, na China, que um indivíduo decidiu invadir a pista enquanto os treinos da sessão estavam calmamente a decorrer. O episódio deu-se na passada sexta-feira, dia 10 de Abril, o que obrigou a organização a tomar medidas de reforço da segurança da pista, uma vez que no próximo Domingo, dia 12 de Abril, irá decorrer a prova principal da modalidade, o Grande Prémio da China, e incidentes deste género não podem ser tolerados durante a competição.

O protagonista do incidente é um homem não identificado que assistia à prova na arquibancada principal do circuito, avança a publicação desportiva Autosport.

Publicidade
Publicidade

Segundo a revista, o homem terá aproveitado um momento de relaxe da equipa de seguranças que asseguram as boas condições do perímetro da pista, para invadir o circuito e cruzar a recta principal. Alegadamente, fê-lo porque queria ir até à garagem da marca italiana de carros de luxo Ferrari mas não terá calculado o perigo convenientemente. Neste percurso, e para choque de quem assistia, o invasor foi quase atropelado pela Force India do automobilista alemão Nico Hulkenberg que circulava a alta velocidade junto ao ponto do circuito em que o homem se encontrava.

Mas apesar do susto, o homem não desistiu do seu objectivo. Avança a imprensa britânica que quando chegou perto da garagem da Ferrari, o indivíduo escalou o muro das boxes e pediu "para testar um carro". Foi aqui que foi interceptado pelos mecânicos da Ferrari, que ficaram perplexos com o sucedido e com o extravagante pedido.

Publicidade

A equipa entregou de seguida o invasor às autoridades policiais.

O incidente foi gravado por um membro do público e não tardou a tornar-se viral nas redes sociais. Contudo, a plataforma americana Youtube, "a pedido da Formula One Management" retirou o vídeo, não se encontrando já disponível on-line.

Fora o incidente, os treinos decorreram calmamente e o mais rápido da segunda sessão para o Grande Prémio da China de Fórmula 1 foi o piloto britânico Lewis Hamilton, que conduz um Mercedes. #Automobilismo