Numa noite inspiradora, os dragões cuspiram fogo e venceram o Bayern por três bolas a uma, na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões de #Futebol. Muitos desinspirada, a defesa do Bayern cometeu erros gravíssimos, tal não era a pressão exercida pelos jogadores azuis e brancos, e cedeu perante o mágico "el ciganito", autor de dois dos três golos da equipa portista. O primeiro logo aos quatro minutos, na transformação de uma grande penalidade, cometida pelo guardião germânico Manuel Neuer sobre Jackson Martinez; e aos 10 minutos, depois de roubo de bola rápido ao defesa central Dante. Isolado e só com o guarda redes pela frente, Ricardo Quaresma com muita frieza, marca o segundo para o F.C Porto e da conta pessoal.

Publicidade
Publicidade

Surpreendidos pela forma como o F.C. Porto entrou no jogo, os pupilos de Pepe Guardiola conseguiram reduzir a vantagem aos 28 minutos por intermédio de Thiago Alcântara. O resultado manteve-se sem alterações até ao fim da primeira parte. Na segunda parte, e quanto tudo levava a crer que a equipa de Pepe Guardiola iria entrar com vontade de mudar a situação, foi a vez de Jackson Martinez aumentar a vantagem, aos 65 minutos, e colocar um ponto final no resultado. Num passe longo de Alex Sandro, Jerome Boateng falha a intercepção da bola, e o colombiano, com grande classe, recebe o esférico, e só com o guardião pela frente, ultrapassa-o e faz o terceiro para o F.C. Porto.

Com este resultado, a equipa portista parte em vantagem  para o jogo da segunda mão, na Alemanha, jogo que se vai realizar no dia 21 de Abril no estádio Allianz Arena.

Publicidade

Para a segunda mão dos quartos de final, Lopetegui não vai poder contar com os defesas laterais, Danilo  e Alex Sandro; ambos viram o quinto cartão amarelo na competição, ficando assim de fora para o próximo encontro. 

Relativamente à arbitragem, realizada pelo espanhol Carlos Velasco Carballo, é de sublinhar que ficou por mostrar o cartão vermelho ao guarda redes do Bayern, Neuer. Resta lembrar a excelente exibição realizada por Jackson Martinez, que regressou à titularidade após um mês a recuperar de uma lesão.