Ricardo Braga, mais conhecido como Ricardinho, a principal estrela da selecção portuguesa de futsal e eleito em 2015 pela 2ª vez na sua carreira como o melhor jogador do mundo da modalidade, numa entrevista ao Jornal de Notícias, assumiu o sonho de ver entrar o Futebol Clube do Porto no mundo do futsal. Para Ricardinho, a presença do F. C. Porto é fundamental para o crescimento e desenvolvimento do futsal português, ao ponto do jogador ex-Benfica e actualmente ao serviço dos campeões espanhóis do Inter Movistar, afirmar que gostava de convencer Pinto da Costa a abrir a secção de futsal no clube. Tal possibilidade seria "o melhor que podia acontecer ao futsal em Portugal e até à escala mundial, pois em tudo o que o Futebol Clube do Porto entra é para ganhar, e isso obrigaria as restantes equipas a investir mais na modalidade, face a uma maior competição" - confessou o capitão da selecção portuguesa.


Ricardinho só lamenta não ter a força suficiente para conseguir demonstrar aos responsáveis azuis e brancos como estes poderiam dar um enorme contributo ao futsal. Pois não tem dúvidas que a criação de uma equipa de futsal do FC Porto só traria benefícios à modalidade, quer seja no aumento da competição ou no despertar de mais adeptos para o futsal.


De recordar que este desejo de Ricardinho também é partilhado por muitos adeptos dos Dragões, inclusive já foram várias as petições criadas nesse sentido. E um dos adeptos do clube liderado por Pinto da Costa que mais tem assumido publicamente esse sonho é Cardinal, também ele um dos mais conhecidos jogadores portugueses de futsal e colega de Ricardinho no Movistar e na selecção nacional.


Porém, apesar de tudo, o Futebol Clube de Porto sempre se tem mantido afastado da modalidade, mas o sentimento generalizado dentro dos adeptos portistas é que mais cedo ou mais tarde o seu clube se irá juntar a Sporting e Benfica na luta pelo topo do futsal português. Até porque, de acordo com o jornal desportivo Record, desde 2001 que a direcção do clube presidido por Jorge Nuno Pinto da Costa estuda uma forma de aderir ao futsal.

Mas se no futuro tal vier a acontecer, resta a dúvida se Ricardinho depois de ter construído em Portugal grande parte da sua carreira ao serviço do SL Benfica, aceitaria representar as cores do seu maior rival. Cores essas que não seriam uma novidade para o "Cristiano Ronaldo do futsal" que em adolescente chegou a jogar futebol de 11 no FC Porto, tendo sido dispensado por ser considerado demasiado baixo para a prática da modalidade. #F.C.Porto