O Barcelona garantiu hoje uma importante vitória no terreno do Paris Saint-Germain por 3-1 e deu um importante passo rumo às meias-finais da Champions League. Este era dos jogos mais esperados desta fase da competição e, com este resultado, os catalães obrigam o PSG a ter que vencer pelo menos por 3-0 no Camp Nou, o que se pode revelar uma missão titânica e quase impossível. Ganhar no estádio do Barcelona é difícil, e mais ainda quando essa vitória tem que ser por números expressivos.

Na primeira parte, o Barcelona entrou forte e não permitiu que o PSG tivesse o domínio de jogo, muito possivelmente porque os catalães já tinham a experiência do primeiro jogo em que perderam em Paris esta época, e Messi deu o mote aos 14 minutos ao fazer a bola bater no poste.

Publicidade
Publicidade

Aos 16 minutos, foi Neymar que teve a oportunidade de marcar, mas acabou por atirar a bola para fora. Não demorou muito mais para o brasileiro fazer o gosto ao pé, fazendo o primeiro golo dois minutos depois a passe de Messi. O Barcelona continuou a dominar o jogo a meio-campo, e o PSG só teve um lance de perigo protagonizado por Cavani. Ao intervalo, o resultado era inteiramente justo.

Na segunda parte, o PSG apareceu mais afoito e rematou com mais perigo à baliza do Barcelona, defendida pelo guarda-redes alemão ter Stegen. Aos 53 minutos, Iniesta saiu lesionado, e estar em dúvida para a segunda mão. À tentativa de reacção do PSG respondeu o Barcelona com o segundo golo da partida, desta feita por Luis Suárez, que individualmente trabalhou bem sobre David Luiz e Marquinhos para depois rematar sem hipóteses para o guarda-redes da equipa francesa.

Publicidade

O guarda-redes alemão do Barcelona voltou a brilhar ao defender um remate de Cavani, que rematou potente após um ressalto de bola. Contudo, aos 79 minutos, novamente Suárez a aparecer e a dar uma machadada no jogo e muito possivelmente na eliminatória. Num lance inesperado, Van der Wield acabou por reduzir, num remate fora da área, com a bola a ser desviada por Mathieu para a própria baliza, fixando assim o resultado final em 3-1. Avizinha-se difícil a missão do PSG para a segunda mão. #Futebol