Foi hoje um F.C. Porto de gala que entrou no Estádio do Dragão para defrontar uma das melhores equipas da Europa e do mundo. O Bayern de Munique foi uma sombra de si próprio, com muitas ausências por lesão e com erros demasiado infantis na defesa e vai ter que suar muito para dar a volta a um resultado de 3-1, daqui a uma semana na Allianz Arena. Esta foi a noite de Quaresma pelos dois golos que apontou e de Jackson, que apontou o terceiro após regressar de uma lesão que o deixou fora dos últimos jogos dos Dragões.

Começou cedo a ser construída a vitória do F.C. Porto. Logo no segundo minuto de jogo o espanhol Xabi Alonso é desarmado à entrada da grande área por Jackson que posteriormente é derrubado por Neuer quando seguia isolado para a baliza.

Publicidade
Publicidade

O penalti foi assinalado e o guarda-redes alemão viu… o cartão amarelo. Quaresma não desperdiçou e colocou os Dragões na frente do marcador. O Bayern parecia que estava de férias, ou que ainda não tinha aterrado em Portugal, e pouco tempo depois, aos 10 minutos, é Dante que tem uma perda de bola infantil que deixa Quaresma isolado frente a Neuer para fazer o segundo golo do F.C. Porto e o seu segundo da conta pessoal neste jogo.

O Bayern acordou e tentou instalar-se no meio campo dos azuis e brancos e aos 28 minutos essa "instalação" acabou por dar frutos com Thiago Alcântara a reduzir para 2-1 após um cruzamento de Boateng. Até ao intervalo, a toada do jogo manteve-se intensa e foi o F.C. Porto que teve mais duas oportunidades para marcar, uma por Alex Sandro e outra por Casemiro.

Na segunda parte o jogo foi mais dividido, mas mais uma vez foram os Dragões que tiveram oportunidade para marcar através de Herrera, que obrigou Neuer a uma grande defesa.

Publicidade

Aos 65 minutos, aparece Jackson isolado a fazer o 3-1 e a dar uma vantagem mais tranquila para a segunda mão. O jogador colombiano aproveitou da melhor maneira um excelente passe de Alex Sandro para ludibriar Neuer e atirar a contar. O F.C. Porto aproveitou assim mais uma vez uma defesa do Bayern que abriu muitos espaços e que parecia não se entender em campo. A equipa Bávara ainda tentou reagir mas o resultado não se alterou mais e os Dragões souberam controlar bem as operações.

O F.C. Porto conquista assim uma importante vantagem para a segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, mas nada está ainda decidido. Nota negativa nesta partida para os amarelos mostrados a Alex Sandro e Danilo que vão assim falhar o jogo da segunda mão em Munique. #Futebol #F.C.Porto