O Valência de Nuno Espírito Santo, João Cancelo, Ruben Vezo e André Gomes (de referenciar que os três jogadores Portugueses foram titulares na partida) venceu hoje no seu estádio, o Mestalla, o Levante por 3-0 e aproveitou da melhor forma o deslize do Atlético de Madrid para se aproximar do terceiro lugar da Liga Espanhola. A equipa de Nuno Espírito Santo mantém-se no quarto lugar da tabela classificativa com 65 pontos mas agora está somente a um ponto do Atlético de Madrid de Diego Simeone, que segue em terceiro lugar com 66 pontos, e que este fim-de-semana empatou 2-2 em Málaga.

Sabendo da importância de uma vitória neste jogo, o Valência não claudicou no dérbi da Região Valenciana e não deu hipóteses ao Levante.

Publicidade
Publicidade

Numa excelente exibição de João Cancelo, lateral direito emprestado pelo Benfica, o Valência começou a construir a vitória à passagem do primeiro quarto de hora com um golo de Paco Alcácer que de cabeça não deu hipóteses ao guarda-redes adversário após passe de Daniel Parejo. A toada atacante do Valência manteve-se e aos 36 minutos Féghouli apontou o segundo golo para a equipa da casa, o segundo golo de cabeça neste jogo.

Na segunda parte o Valência diminuiu o ritmo de jogo e o Levante foi aparecendo mais na partida mas sem conseguir ter suficiente eficácia no ataque de modo a marcar um golo que lhe permitisse reentrar na partida. Já em período de compensação e quando decorria o terceiro minuto de desconto da segunda parte, Álvaro Negredo aponta o terceiro golo do Valência e ajuda a confirmar três importantes pontos para os comandados de Nuno Espírito Santo.

Publicidade

Na próxima jornada, o Valência terá um teste bastante duro no para manter as suas aspirações na Liga Espanhola. A equipa Che vai jogar no terreno do líder Barcelona de Messi, Neymar e companhia. O Barcelona também teve um deslize este fim-de-semana empatando frente ao Sevilha a duas bolas. Na época passada o Valência venceu o jogo por 3-2 depois de seis épocas consecutivas a perder em Camp Nou e até com resultados expressivos, como por exemplo o 6-0 sofrido em 2008, ou o 5-1 sofrido em 2012. Este vai ser o grande jogo da jornada 32 da Liga Espanhola. #Futebol