Oito homens morreram na madrugada de sábado para domingo em São Paulo assassinados a tiro. As vítimas mortais são membros de uma das claques de apoio do Corinthians. Segundo relato de testemunhas, três homens armados invadiram a sede da torcida Pavilhão 9 para ferir mortalmente os adeptos em questão. Em causa estarão ajustes de contas relacionados com o tráfico de droga. A polícia já está a investigar o ocorrido.

O caso está a chocar o Brasil, em especial a comunidade afecta ao desporto e em particular ao #Futebol. Na véspera de disputar a meia-final do Campeonato Paulista frente ao Palmeiras, oito elementos da claque de apoio Pavilhão 9 estariam reunidos na sede da torcida, quando pelas 23 horas ocorreu o massacre.

Publicidade
Publicidade

Segundo relatam algumas testemunhas, três homens fortemente armados foram vistos a entrar naquelas instalações, saindo pouco tempo depois.

O cenário que deixaram é digno de um fuzilamento, dado que os corpos estavam alinhados e todos deitados de barriga para baixo, dando claro sinal que as vítimas foram obrigadas a permanecer naquela posição até serem abatidas com um tiro na cabeça. Dos oito mortos, um ainda foi levado para o hospital não conseguindo sobreviver aos graves ferimentos, acabando igualmente por perder a vida.

Sem qualquer comentário oficial sobre a tragédia ocorrida, o Corinthians preferiu aguardar por novos desenvolvimentos por parte da investigação que está a ser levada a cabo pela Polícia Federal, afirmando apenas que a organização da claque Pavilhão 9 nada tem a ver com o clube.

Publicidade

Já a polícia federal emitiu um pequeno comunicado a confirmar os factos da tragédia.

Segundo dados recolhidos e noticiados pela imprensa brasileira, tudo indica que a origem deste massacre está relacionada com uma guerra entre narcotraficantes. Junto aos corpos foram encontrados invólucros das munições que foram usadas para matar os oito homens.

Este é o quarto caso de massacre em São Paulo num curto espaço de duas semanas. Há alguns dias atrás ocorreram outros episódios que resultaram em vários mortos. #Crime