A NBA apresentou hoje as últimas seis personalidades que este ano entram para o Hall of Fame da maior liga de #Basquetebol do mundo. Em conferência de imprensa, o Naismith Memorial Basketball Hall of Fame anunciou a indução dos nomes dos jogadores Dikembe Mutombo, Jo Jo White e Spencer Haywood, da jogadora Lisa Leslie, do treinador John Calipari e do árbitro Dick Bavetta, que a partir de Setembro têm lugar garantido na história da NBA.

Estas personalidades fecham a classe de homenageados de 2015, juntando-se a outras 5 que já tinham sido anunciadas no fim-de-semana do All Star: os jogadores Louie Dampier e John Isaacs e os treinadores Tom Heinsohn, Lindsay Gaze e George Ravelling (actual director internacional da Nike para o basquetebol).

Publicidade
Publicidade

Um dos directores do Naismith Memorial Basketball Hall of Fame, Jerry Colangelo, afirmou que este é um grupo de indivíduos extraordinários e que representa "muitas eras e facetas da NBA". Estes onze nomes serão oficialmente inscritos no Hall of Fame a 11 de Setembro.

Um breve olhar aos últimos nomes que este ano entram no mural da história da NBA:

Dikembe Mutombo: Nascido no Zaire, este poste dominador foi 8 vezes nomeado como All-Star e eleito 4 vezes o melhor defensor da NBA. Uma máquina de blocos durante quase duas décadas na liga (liderou a tabela da liga por 5 temporadas consecutivas), o seu gesto após negar os lançamentos dos adversários (quando acenava negativamente com o indicador) tornou-se muito célebre entre o público da NBA.

Jo Jo White: Considerado um dos melhores por quem o viu jogar, White levou os Boston Celtics ao título por duas ocasiões (74 e 76), sendo o MVP da final de 1976.

Publicidade

Foi também campeão olímpico de basquetebol pelos Estados Unidos da América, em 1968, no México.

Spencer Haywood: Ao lado de White, obteve o ouro olímpico em 1968 e foi o melhor marcador do torneio. Haywood foi campeão apenas por uma vez, pelos Los Angeles Lakers, em 1980, no ponto alto de uma carreira que o levou a ser nomeado várias vezes como All-Star, tanto da ABA como da NBA, e a ser mais um dos jogadores que marca a história do basquetebol americano.

Lisa Leslie: Campeã da WNBA por duas vezes com as Los Angeles Sparks, Leslie é um marco na evolução do desporto no feminino - especialmente quando se tornou na primeira atleta a afundar num jogo da WNBA. Com quatro medalhas de ouro olímpico no seu palmarés, foi também MVP da liga feminina por 3 ocasiões e é ainda detentora do recorde de carreira no que toca a ressaltos e do segundo melhor registo no número de blocos.

John Calipari: Actualmente ao serviço da equipa de Kentucky, Calipari é um dos mais bem-sucedidos treinadores do basquetebol universitário americano (77% de vitórias em mais de 700 jogos).

Publicidade

Com passagens por Michigan e UMass, trabalhou recentemente com talentos como Derrick Rose, John Wall ou Anthony Davis. Teve uma passagem pela NBA, ao serviço dos New Jersey Nets.

Dick Bavetta: Reformado no fim da última temporada, Bavetta foi durante 39 anos árbitro na NBA, estabelecendo o recorde de longevidade de um profissional do desporto, quando aos 74 anos completou o seu 2635º jogo consecutivo. Foi o primeiro árbitro da NBA a estar presente nos Jogos Olímpicos, em 1992.