Num encontro de carácter particular, disputado no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, a #Selecção de Cabo Verde foi mais feliz e eficaz junto da baliza, o que lhe valeu a vitória - a primeira no historial de duelos entre as duas equipas - por 2-0. O resultado final foi feito ainda primeira parte, com os golos a serem da autoria de Odair Fortes (37m) e Gêge (43m).

Costuma-se dizer que à terceira é de vez, e assim foi. Cabo Verde vence Portugal ao terceiro jogo que disputam entre si. Os encontros anteriormente disputados foram sempre num âmbito particular, tal como este. No primeiro embate de sempre, em 2006, a equipa das quinas venceu por 4-1.

Publicidade
Publicidade

Quatro anos mais tarde, em 2010, as duas selecções registaram um nulo no marcador. A primeira parte do jogo expressou bem a falta de inexperiência e entrosamento dos muitos jogadores lusos, que, na sua maioria, estrearam-se esta noite pela selecção principal de Portugal. Apesar disso, Fernando Santos pode queixar-se de alguma falta de empenho que alguns atletas mostraram no decorrer do encontro.

A segunda parte mostrou uma formação portuguesa a reagir ao fraco resultado obtido nos primeiros 45 minutos. Todavia, as várias tentativas lusas esbarraram no guarda-redes cabo-verdiano, Vózinha, que defendeu tudo o que havia para defender, mostrando, desta forma, toda a sua qualidade. Foram muitas defesas vistosas, arrancando fortes aplausos dos vários adeptos de Cabo Verde que encheram as bancadas com muita festa e alegria.

Publicidade

Para a história fica um triunfo moralizante para a selecção de Cabo Verde, num encontro em que a receita do encontro reverteu a favor das vítimas do Vulcão, na ilha do Fogo.

Portugal, orientado pelo seleccionador Fernando Santos, apresentou-se inicialmente com Anthony Lopes; Cédric Soares, Paulo Oliveira, André Pinto e Antunes; André Gomes, João Mário e Adrien Silva; Vieirinha, Bernardo Silva e Hugo Almeida. Jogaram também André Almeida, André André, Danilo Pereira, Pizzi, Éder e Ukra.

Cabo Verde, sob as ordens de Rui Águas, apresentou-se com o seguinte onze: Vózinha; Gêge, Nivaldo, Jeffrey Fortes e Fernando Varela; Nuno Rocha, Semedo e Platini; Júlio Tavares, Odair Fortes e Héldon. Steven Fortes, Calú, Babanco, Ryan Mendes, Ricardo Gomes e Garry Rodrigues também somaram minutos nesta partida. #Futebol