Quatro jogos depois voltou a sorrir-se em Viseu. Não só pela vitória deste sábado, mas também pela exibição que foi coroada com golos de belo efeito. Frente ao Oriental que podia ter garantido a manutenção no Estádio do Fontelo, a equipa de Ricardo Chéu foi mais constante que o adversário e ainda fez algo que já não fazia desde Julho, marcar quatro golos num só jogo. Numa partida de parada e resposta, a grande figura do encontro foi Tiago Almeida que bisou e encantou. O triunfo deixa os viseenses a um pequeno passo do objectivo da temporada.

Em época pascal quem foi este sábado ao Municipal do Fontelo não deu por mal empregue o seu tempo.

Publicidade
Publicidade

Isto porque Académico de Viseu e Oriental proporcionaram a todos os presentes um grande jogo de #Futebol. Numa partida com muitas e boas oportunidades de parte a parte (principalmente no primeiro tempo), levou a melhor a turma de Ricardo Chéu que deu logo o primeiro sinal de perigo aos 7 minutos com um remate de fora da área de Tiago Almeida. No entanto, o Oriental com um ataque sempre muito expedito colocou em sentido a defensiva academista quando aos 10' Mauro Bastos apareceu na cara do golo mas cabeceou fraco para as mãos de Ivo Gonçalves.

Com um ritmo frenético onde claramente os ataques se estavam a superiorizar às defesas, Miguel Paixão fez brilhar aos 13' o guarda-redes do Académico, sendo que logo a seguir, Tiago Borges obrigou Ricardo Janota a uma grande defesa. Com o golo a poder aparecer em qualquer uma das balizas, foi o poste direito de Ivo que salvou os viseenses, depois de novamente Mauro, desta feita aos 17 minutos, ter aparecido na grande área praticamente sozinho.

Publicidade

Com o público a gostar e muito da exibição dos homens da casa, mas a desesperar depois de mais duas grandes defesas de Janota a remates de Tiago Almeida e Clayton Leite (grande jogada que merecia golo), eis que aos 38 minutos, finalmente aconteceu a primeira grande explosão de alegria, quando Tiago Almeida apareceu ao segundo poste e respondeu afirmativamente a um cruzamento de Luisinho.

Com 1-0 até ao intervalo, num resultado que era curto para tantas oportunidades criadas de lado a lado, o segundo tempo trouxe um Académico em busca do segundo golo e quase Clayton o conseguia fazer logo no primeiro minuto. No entanto, o ampliar do marcador não demorou muito mais, e aos 58' novamente Tiago Almeida, recebeu a bola da esquerda, rompeu para o meio e com um remate colocado fez o 2-0. Bisava o atacante, fazendo assim o seu sétimo golo da temporada. Com dois golos de vantagem, tudo ficou ainda mais fácil para o Académico quando Pedro Alves foi expulso depois de uma entrada de cabeça quente sobre Dalbert.

Publicidade

Em superioridade também numérica, os viseenses partiram para cima do adversário e em quatro minutos fizeram mais dois golos. Aos 76' com João Amorim a aproveitar uma defesa para a frente de Janota e aos 80' numa grande jogada pela esquerda, com Dalbert a cruzar e Clayton Leite a fazer ao segundo poste o 4-0.

Num jogo que marcou o regresso às vitórias do Académico depois de três derrotas consecutivas, os pupilos de Ricardo Chéu voltaram aos seus melhores dias e ficaram assim a 3 pontos de garantirem a manutenção. Já o Oriental adiou esse mesmo objectivo, mas pela qualidade demonstrada, mais cedo ou mais tarde, vai também alcançá-la.