Nesta tarde de Segunda Liga, o Sporting B recebeu em Alcochete a equipa do Feirense, num jogo que acabou com um empate a 2 golos. Os leões entraram a perder mas, com uma segunda parte de grande nível, conseguiram travar a série positiva da equipa de Santa Maria da Feira, que seguia com sete triunfos consecutivos. O resultado acaba por se aceitar, tendo em conta a superioridade alternada pelos dois conjuntos, evidenciada em duas partes completamente distintas. A jornada acabou por não ser negativa para o Feirense, que beneficiou da derrota do Desp. de Chaves para, em igualdade pontual com o União da Madeira, ficar a dois pontos da subida. Já os leões ascenderam ao 6.º lugar da tabela.

Publicidade
Publicidade

Dificilmente o Feirense poderia ter entrado melhor neste jogo, uma vez que os jovens leões não chegaram sequer a tocar na bola antes de Luiz Phellype inaugurar o marcador. Depois de um pontapé na profundidade, e com Naby Sarr sem pernas para acompanhar a velocidade do lance (aumentada pela relva molhada), o brasileiro isolou-se e colocou o clube de Santa Maria da Feira em vantagem logo aos 14 segundos.

E ainda o Sporting B se tentava recompor do primeiro golo quando Henrique fez o segundo, à passagem do minuto 12. O central correspondeu com um cabeceamento certeiro ao primeiro poste - de cima para baixo, como mandam as regras - a um pontapé de canto executado por Barge, e colocou a equipa leonina em maus lençóis.

Com a desvantagem no marcador e o terreno de jogo molhado e a dificultar a construção, o Sporting B partiu para cima do Feirense, mas sem a objectividade necessária para conseguir criar perigo.

Publicidade

Os comandados de Pedro Miguel juntaram as suas linhas e iam controlando o encontro. Pertenceu a Luiz Phellype a última oportunidade da primeira parte, com Luís Ribeiro a negar o terceiro ao Feirense.

Segundo tempo "à leão"

Na etapa complementar, foi tudo diferente. Com a chuva a deixar Alcochete, João de Deus fez entrar um Sporting mais dinâmico e os jovens leões conseguiram aquilo que falhou em toda a primeira parte: ameaçar a baliza feirense. Seria o capitão Nuno Reis a reduzir aos 48 minutos, ao aproveitar a confusão na área para, com um remate cruzado, bater o recém-entrado Paiva.

O francês Sacko entrou para o lugar de Francisco Geraldes e, logo a seguir, serviu Daniel Podence para o golo do empate. Aos 58 minutos, dentro da área, o pequeno extremo encontrou tempo e espaço para executar e atirou fora do alcance do guardião visitante, estabelecendo o 2-2 no marcador.

O Feirense perdeu completamente o controlo do jogo e o Sporting B esteve perto do terceiro em diferentes ocasiões, protagonizadas por Matheus, Gelson e Sacko, todas elas negadas por Paiva.

Publicidade

Já no tempo de compensação, Sacko arrancou ainda do seu meio campo defensivo, bateu em velocidade meia equipa do Feirense, mas acabou por atirar ao lado. Em cima do apito final, foi Rubio a estar perto de consumar a reviravolta, mas mais uma vez o guardião feirense brilhou.

Ficha de jogo

39.ª jornada da Segunda Liga Portuguesa

CGD Stadium Aurélio Pereira, Alcochete

Sporting B 2 - 2 CD Feirense

Golos: Nuno Reis (48), Podence (58); Luiz Phellype (1), Henrique (12)

Sporting B: Luís Ribeiro, André Geraldes, Naby Sarr, Nuno Reis (C), Jonathan Silva, João Palhinha, Francisco Geraldes (Sacko), Ryan Gauld (Matheus Pereira), Gelson Martins, Daniel Podence (Mica Pinto) e Diego Rubio

Treinador: João de Deus

CD Feirense: Maka (Paiva), Barge, Henrique, Igor Rocha, A. Carvalho, Jefferson, Cris (C) (Fábio Carvalho), Tiago Jogo (Ouattara), Rúben Oliveira, Luiz Phellype e Cafú

Treinador: Pedro Miguel

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto) #Futebol