O Chelsea de Inglaterra e o Shakthar Donetsk da Ucrânia vão disputar a final da UEFA Youth League. Os jogos foram disputados durante esta sexta-feira, dia 10, no Centre Sportif de Colovray, na Suíça. Às 12 horas, hora Portuguesa, decorreu o encontro que colocou frente-a-frente os "carrascos" do F.C. Porto e Benfica. Lembrando um pouco do que se passou num passado muito recente, o F.C. Porto foi goleado pelo Anderlecht por 5-0 e o Benfica foi eliminado nos penaltis pelo Shakthar por 5-4, depois de estar a vencer por 1-0 e desperdiçar um penalti numa "panenkada" anedótica de Romário Baldé.

No jogo que opôs Belgas e Ucranianos, pode dizer-se que a eficácia se opôs ao domínio em campo e de posse de bola.

Publicidade
Publicidade

O Anderlecht foi tentado chegar mais à baliza do Shakthar e na segunda parte as ocasiões de perigo a favor dos belgas foram-se sucedendo, até que aos 55 minutos Bourard fez o primeiro e tudo parecia fazer crer que o Anderlecht iria partir para um jogo tranquilo e garantir a presença na final. Mas em 15 minutos tudo mudou e por intermédio de Kovalenko, por duas vezes, e Arendaruk, uma vez, o Shakthar deu a volta ao marcador e provou que o #Futebol, para além de um jogo de sorte e determinação, é pragmático e quem é mais eficaz vence os jogos.

Na outra meia-final disputada às 16h15, entre a Roma e o Chelsea, foram os Ingleses que começaram a primeira parte com uma toada ofensiva sempre à procura do primeiro golo que pudesse desbloquear o jogo, mas o resultado ao fim dos 45 minutos registou um empate 0-0.

Publicidade

Tanto o Chelsea insistiu que o início da segunda parte foi demolidor para a equipa Italiana. Em apenas 10 minutos, o Chelsea fez três golos e matou a partida. Os autores dos golos foram Colkett, aos 47 minutos, e Solanke que bisou aos 49 e 56 minutos. Tammy Abraham fechou a contenda em 4-0, aos 83 minutos.

A final entre Chelsea e Shakthar vai acontecer na Segunda-feira, dia 13 de Abril, às 15h00, no mesmo campo de jogos onde decorreram as meias-finais. Os dois clubes vão partir à conquista da sua primeira vitória nesta competição.