As inscrições para a segunda edição da corrida Wings for Life World Run 2015 terminam no dia 26 de Abril. A cidade do Porto receberá milhares de atletas provenientes de várias localidades do país para, no dia 3 de Maio, correrem por aqueles que não podem. A finalidade deste evento é angariar fundos para a Fundação austríaca "Wings for Life", criada em 2004 com o objetivo primordial de encontrar a cura para as lesões na espinal-medula, problema que afeta mais de três milhões de pessoas em todo o mundo.

As inscrições encerram-se dia 26 de Abril, mas para pagamento por multibanco o último dia é 19. Para garantir um lugar no maior evento planetário da história, os interessados devem aceder à pagina oficial da Wings for Life World Run (versão portuguesa) e formalizar a inscrição.

Publicidade
Publicidade

O custo é de 25 euros, valor este que reverte na totalidade para a Fundação financiar projetos de investigação. As verbas angariadas na edição do ano passado permitiram a instituição uma parceria com a Fundação Christopher & Dana Reeve no sentido de apoiar a Dra. Susan Harkeman, que está a desenvolver um estudo clínico inovador baseado no estímulo peridural. Todos os inscritos, além de apoiarem os ensaios clínicos que já estão em curso, irão também receber um kit de atleta oficial no momento do levantamento do dorsal. Este saco inclui a camisola oficial em algodão, t-shirt técnica, toalha, suadeira, pin e uma lata de Red Bull.

A corrida acontecerá simultaneamente em 35 localizações de 33 países espalhados por seis continentes, enfrentando diferentes condições meteorológicas, horários e altitudes.

Publicidade

Em Portugal a partida será do Palácio de Cristal às 12 horas, mas a final pode ser em qualquer ponto entre Matosinhos e a Praia da Torreira, em Aveiro. Cada participante vai dar o melhor por esta causa e conseguir totalizar o maior número de quilómetros. A corrida não terá a tradicional linha de meta; em vez disso os atletas serão acompanhados por um Carro Meta, que arranca meia hora depois da partida e cada corredor se esforçará para não ser apanhado pelo carro, pois isto significará que a sua corrida terminou. Os campeões nacionais serão o último homem e a última mulher que o carro alcançar. E como prémio poderão escolher em que país correrão na próxima edição da Wings for Life World Run 2016, com viagem paga.

Os atletas poderão fazer parte da equipa de João Correia, Emanuel Pombo, João Matias, Nuno Vitorino, Sara Moreira, Pedro Fernandes, Fernando Alvim, Vasco Ribeiro, António Félix da Costa, Mário Pardo, Telma Monteiro, Rosa Mota, entre outros, e apoiar a missão da fundação. Além, das equipas dos embaixadores "Wings", todos os municípios por onde o percurso passa criaram as suas próprias equipas.

Publicidade

Para que o atleta inscrito possa juntar-se a uma delas basta concluir a inscrição, fazer uma pesquisa na lista global que está disponível na página da corrida e encontrar as equipas existentes, ou até mesmo criar uma.

A edição portuguesa da "Wings for Life World Run" terá a opção para participantes com cadeiras de rodas; estes e os corredores irão participar lado a lado numa única corrida. Por questões de segurança, a organização não permite a utilização de cadeiras de corrida e nem de "handbikes". A CP(Comboios de Portugal) volta este ano a apoiar o evento, contribuindo para uma melhor acessibilidade e mobilidade dos participantes. Para beneficiar desta vantagem basta apresentar na bilheteira um comprovativo da inscrição e correr por aqueles que não podem. #Atletismo