Já esteve quase com os dois pés no Santiago Barnabéu, mas parece que agora nem um pisa "território" Merengue. José Gayá é por estes dias um dos jogadores mais desejados pelo Real Madrid. O problema consiste na relutância do Valencia em vendê-lo. Clube de Nuno Espírito Santo não quer deixar sair o esquerdino de 19 anos e o próximo passo será a renovação do contrato. O presidente do clube Che, Amadeo Salvo, já garantiu que para o ano Gayá vai continuar no Mestalla.

No dia em que foi inaugurada a nova Fundação Valencia, o líder do clube valenciano não quis tocar neste tema, mas depois de muita insistência por parte da imprensa local lá deu a garantia: "Gayá vai renovar com o Valencia e não vai para o Real Madrid.

Publicidade
Publicidade

Podem escrever na íntegra esta declaração", disse Amadeo Salvo de forma objectiva. Apontado aos grandes emblemas europeus, o jovem natural de Pedreguer pegou de estaca no onze orientado por Nuno Espírito Santo. Com 30 jogos, entre a liga espanhola e a Taça do Rei, o lateral foi titular em 28, marcando já dois golos, um em cada competição.

Com uma elevada margem de progressão, a possibilidade de Gayá renovar para depois ser vendido no final da época foi falada. Com contrato até 2018, o magnata Peter Lim poderia estar interessado em ceder o passe do canhoto a troco de 18 milhões de euros, mas houve um factor que fez o homem forte do clube espanhol mudar de ideias: as performances do defesa. Com exibições de elevada qualidade, que por vezes fazem até esquecer a sua tenra idade, Gayá viu agora o Valencia alterar o que estava inicialmente previsto e recusar deixar sair o homem de 19 anos que tem evoluído, e muito, sob o leme do treinador português.

Publicidade

A lutar arduamente pelas posições que garantam a presença na Liga dos Campeões na próxima temporada, a equipa dos portugueses Rúben Vezo, João Cancelo e André Gomes, e que tem ainda os bem conhecidos dos lusos, Otamendi, Enzo Pérez e Rodrigo, coloca para já de parte a hipótese de vender aquele que é apontado como o próximo lateral esquerdo da Selecção espanhola, mas uma proposta "louca" pode chegar a qualquer momento ao Mestalla e depois falará mais alto a voz do dinheiro. #Futebol