A equipa Abu Dhabi Ocean Racing, com o veterano skipper inglês Ian Walker, venceu a 5ª etapa da Volvo Ocean Race, a mais longa e difícil rota da regata à volta do mundo, com mais de 7.000 milhas entre Auckland, Nova Zelândia, e Itajaí, Santa Catarina, Brasil, passando pelo tempestuoso cabo Horn

A tripulação registou 18 dias, 23 horas, 30 minutos e 10 segundos de navegação através dos oceanos Pacífico Sul e Atlântico Sul, e lidera na classificação geral da regata, tendo já somado duas vitórias em duas etapas e estabelecido o novo recorde de navegação em 24 horas - com 550 milhas percorridas em 24 horas.

Walker frisou que a nova categoria de veleiros One Design VO 65 pés tornou a regata muito mais intensa para as tripulações.

Publicidade
Publicidade

"Temos 7 velejadores muito bons no leme, entre os 8 tripulantes, por isso pudemos trocar de timoneiros com frequência, o que garantiu boa performance", afirmou.

O veleiro espanhol Team Campos Mapfre chegou em 2º lugar, trazendo a bordo o velejador brasileiro André Fonseca que participa pela 3ª vez na regata à volta do mundo. "A etapa foi dura. A largada em Auckland teve de ser adiada por causa do ciclone Pam. No Pacífico, os ventos fortes e mar alteroso alternaram-se com períodos de pouco vento. Houve um dia em que realizámos 25 manobras em 24 horas e quase capotámos o barco. E a navegação no Atlântico Sul também não foi fácil, com tempestades súbitas e algumas calmarias", contou Fonseca.

O skipper Iker Martinez, que regressou como líder da equipa em Auckland, disse que a etapa foi mesmo dura e a tripulação não teve treinos conjuntos suficientes.

Publicidade

Esta é a segunda vez que o velejador olímpico espanhol Iker Martinez disputa esta regata, tendo ficado também em 2º lugar em Itajaí na edição passada. "Desta vez foi tudo muito mais difícil", afirmou.

Em 3º lugar ficou a jovem equipa turco-americano Team Alvimedica, comandada por Charles Enright, que liderou a frota na passagem pelo cabo Horn, dias atrás. "Estamos contentes por garantir um lugar no pódio, mas especialmente por cruzarmos o cabo Horn em 1º lugar. Isto teve um significado especial para nós". #Desportos Náuticos