A formação portuguesa de #Canoagem K4 1000 metros sagrou-se, esta manhã de domingo, vice-campeã da Europa, na cidade de Racice na República Checa. Constituída pelos minhotos Emanuel Silva, Fernando Pimenta e João Ribeiro, e pelo madeirense David Fernandes, a formação lusa não conseguiu o “ouro” porque teve no quarteto da República Checa um adversário muito forte e apoiado pelo público. A "prata" foi conquistada com uma diferença de 872 milésimas de segundo. Mesmo assim, o título de vice-campeão é mais um excelente resultado para a canoagem portuguesa e para uma modalidade cada vez mais em crescendo.


O quarteto português realizou o tempo de 2.58,152, conquistando desta forma o segundo lugar. Para além da consagração da formação checa, que revalidou o título, a prova viu a equipa espanhola conquistar o  último lugar do pódio. 


Esta não é a primeira vez que o quarteto português conquista o pódio nos europeus de canoagem. Em 2011 conseguiram o título de campeão pela primeira vez, um feito histórico e que confirma Portugal como uma das referências europeias da modalidade. Já nos últimos três anos este quarteto subiu sempre ao pódio nos campeonatos da Europa. 


Depois desta medalha, Portugal eleva para duas as conquistas. No dia de ontem, o limiano Fernando Pimenta conquistou a primeira medalha lusa dos europeus de Racice, com a conquista do terceiro lugar na prova em K1 1.000 metros. Foi a sua segunda conquista, depois de ter obtido o último lugar do pódio nos europeus disputados em 2011, na Sérvia,


Nos femininos, havia a moderada expectativa quanto à prova da esposendense Teresa Portela, que em 2014 havia sido medalha de bronze em K1 200 e 500 metros. No entanto, a atleta da foz do Cávado ficou na oitava posição na final de K1 500 metros e quinto lugar no K1 200 metros. 

Para hoje ainda há alguma expetactiva em torno da prova de Fernando Pimenta. O atleta de Ponte de Lima participa na final de K1 5000 metros, naquela que é a última prova da competição europeia de canoagem, a decorrer na República Checa.