Cinco anos para oficializar o combate, 350 milhões de dólares e dois astros do #Boxe: Floyd Mayweather e Manny Pacquiao. Estes são os ingredientes para aquele que é considerado o 'combate do século'. Marcado, desmarcado, remarcado e adiado, o anúncio oficial aconteceu no final de Fevereiro. 'MGM Grand Garden Arena', em Las Vegas, recebe esta madrugada, dia 3 de Maio, cerca das 4h00, o maior evento de boxe de sempre.

De um lado, estará Floyd Mayweather. O americano de 38 anos nunca perdeu. Do outro lado, o filipino Manny Pacquiao, um verdadeiro colecionador de títulos mundiais. No ringue, os dois maiores astros do boxe dos últimos dez anos.

Publicidade
Publicidade

É a primeira vez que se defrontam e as expectativas não podiam ser mais elevadas, sendo apelidado de 'combate do século'.

Floyd Mayweather anunciou a reforma em 2008, aos 31 anos. Na altura, era considerado o melhor lutador do mundo, logo seguido pelo seu agora oponente, Manny Pacquiao. No entanto, um ano depois Mayweather voltou ao ativo. Este ano de pausa permitiu a Pacquiao tornar-se uma verdadeira estrela dos ringes, acabando mesmo por destronar o americano no primeiro lugar da Organização Mundial de Boxe.

Tal como revela o Observador, quinze minutos após a oficialização do combate, foram suficientes para esgotar os quase 7.000 quartos do maior hotel de Las Vegas. Em conferência de imprensa esta quinta-feira, os dois boxeadores mostraram respeito mútuo. Depois de todos os detalhes estarem acordados, Mayweather é quem vai ganhar mais dinheiro com o combate, numa percentagem de 60/40.

Publicidade

De acordo com várias estimativas da imprensa internacional, o norte-americano pode ganhar perto de 113 milhões de euros.

Mas se Mayweather e Pacquaio são estrelas nos ringues, as suas vidas fora deles não são mais calmas. Agressões, uma passagem pela prisão e várias acusações de provocador, perseguem Mayweather, dono de uma fortuna avaliada em mais de um bilião de dólares. Já Pacquiao assume-se como um homem religioso, com ambições políticas. O lutador detém a patente de tenente-coronel da reserva do Exército filipino e é deputado do Congresso do seu país.

A Mayweather é atribuído um estilo defensivo, com muita qualidade técnica e especialista no contragolpe. Quanto a Pacquiao, distingue-se pelo seu estilo mais agressivo.