Fernando Alonso esteve ao volante do McLaren MP4-4 em Barcelona. O mítico monolugar levou Ayrton Senna ao título mundial de Fórmula 1 em 1988. Esse foi o primeiro título de três conquistados pelo malogrado brasileiro. Alonso esteve ao volante do carro, com o vermelho e branco que marcou as décadas de 1980 e 1990 da equipa britânica, a propósito de uma acção promocional em Barcelona.

A equipa está a comemorar 30 anos da parceria com um dos patrocinadores (TAG Heuer, numa ligação que é, também ela, marcante). No próximo dia 7 de Maio, quinta-feira, vai lançar um vídeo alusivo a esta comemoração, mas para já divulgou o trailer, onde se vê Alonso a pilotar o McLaren MP4-4 no traçado espanhol de Barcelona.

Publicidade
Publicidade

Esta "campanha" poderá anteceder uma mudança radical na decoração do monolugar da McLaren para esta temporada. Esse rumor tem surgido nas últimas semanas, e poderá mesmo revelar-se real no Grande Prémio de Espanha do próximo fim-de-semana.

McLaren e Honda perseguem sucessos de outrora

O reatar da parceria entre McLaren e Honda não tem corrido da melhor forma, já que após quatro corridas disputadas em 2014, a equipa ainda não soma quaisquer pontos nem qualificações entre os dez primeiros. Os responsáveis de britânicos e japoneses continuam optimistas e até acreditam que os pódios poderão estar ao alcance lá mais para o fim do ano. Isto apesar do desenvolvimento estar condicionado.

O caminho da recuperação começa já em Barcelona, com o GP de Espanha a 10 de Maio. A escuderia de Woking deverá ter algumas evoluções no monolugar. Apesar de não se esperar um grande salto competitivo, Fernando Alonso já disse, depois da última corrida (Bahrein) que quer mais para a sua corrida caseira: "Estamos um pouco mais perto do meio do pelotão e dos pontos, e vamos ver se conseguimos dar esse passo em Barcelona", disse, citado pelo site Motorsport.

A falta de potência e os problemas de fiabilidade são normais num projecto jovem como é a nova unidade motriz V6 turbo híbrida nipónica e o seu acondicionamento no monolugar.

Publicidade

Contudo, estes são contratempos que comprometem também a evolução geral do carro, que tem que recuperar mais terreno face aos rivais. É também bom frisar que a McLaren e a Honda têm os meios e conhecimentos necessários para darem a volta por cima. #Automobilismo