Sem travões. Foi assim que ficou o monolugar de Fernando Alonso. O McLaren-Honda do asturiano que corria em casa ficou sem travões sensivelmente a meio da prova. Depois de quase ter saído da pista na primeira curva, tentou perceber via-rádio o que se estava a passar com o seu carro. Tentou parar nas boxes para verificar os travões traseiros, mas parar foi algo que só conseguiu fazer alguns metros mais à frente. Valeu a rápida reacção de um dos mecânicos da equipa, que assim conseguiu fugir ao atropelamento. Alonso acabou por abandonar o GP de Espanha à 28ª volta.

Depois de partir do 13º lugar da grelha de partida, Fernando Alonso trazia para esta prova do circuito mundial a quase hercúlea tarefa de entrar nos postos pontuáveis, mas um problema nos travões deitou tudo a perder para o piloto asturiano: "Tive uma trajectória demasiado larga na primeira curva porque estava sem travões.

Publicidade
Publicidade

Perguntei pelo rádio o que devia fazer e responderam-me para ir ao pit-stop para eles [mecânicos] verificarem o que passava. Mas ao parar nas boxes o carro não parou! Quase atropelei um dos mecânicos", explicou Fernando Alonso pouco tempo depois de abandonar a corrida. Não passou de um susto, levando "apenas" à frente a alavanca para levantar o monolugar.

Rosberg venceu e ficou mais perto de Hamilton

Quem festejou na Catalunha foi o alemão Nico Rosberg, que superou o colega de escuderia Lewis Hamilton. O piloto germânico da Mercedes precisou de 1h41m12s para completar a totalidade das 66 voltas ao circuito catalão. Logo atrás chegou o colega de equipa e actual campeão em título, Hamilton, com mais 17,5 segundos. Em terceiro terminou Sebastian Vettel (Ferrari) com mais 45,5 segundos que o vencedor.

Publicidade

Com esta vitória no GP Espanha, Rosberg segue em segundo, com 91 pontos, agora mais próximo que o líder do mundial, Lewis Hamilton, que tem 111. Quanto ao também alemão Vettel, está no terceiro posto com 80 pontos acumulados.

Já no que toca à classificação dos construtores, a Mercedes reforçou a liderança, tendo agora 202 pontos. Em segundo está a Ferrari com 132, sendo que no terceiro posto aparece a Williams com 81 pontos conquistados. #Automobilismo