A decisão dos juízes em dar a vitória ao norte-americano Floyd Mayweather gerou contestação entre os adeptos e as polémicas somam-se. Entre ações judiciais e manifestações de indignação, o vencedor propôs uma nova edição do combate para 2016. Manny Pacquiao aceitou e as apostas já começaram. Manny Pacquiao saiu derrotado da 'MGM Grand Garden Arena', em Las Vegas, Estados Unidos da América (EUA), por decisão unânime dos juízes. O filipino omitiu lesão no ombro direito e tem sido confrontado nestes últimos dias com várias ações judiciais de adeptos indignados. A reedição do maior evento de sempre de #Boxe é uma nova oportunidade para Pacquiao se redimir.

Publicidade
Publicidade

A proposta de Mayweather vai obrigar o norte-americano a adiar a sua reforma dos ringues de boxe, programada para Setembro deste ano, naquele que seria o seu último combate. Contudo, um dos maiores astros do boxe desta década decidiu dar uma oportunidade de desforra a Pacquiao e vai esperar até que o filipino esteja recuperado da sua lesão, estimada entre nove a doze meses: "Vou esperar e lutar contra ele depois de ele recuperar da operação", conta o americano.

A resposta de Pacquiao ao desafio não se fez esperar e, através do seu representante, Bob Arum, afirmou: "Agora já sabemos onde foram cometidos os nossos erros. Há uma possibilidade real de que a vingança será ainda melhor".

Recorde-se que Floyd Mayweather e Manny Pacquiao defrontaram-se na madrugada de domingo, dia 3 de Maio, em Las Vegas.

Publicidade

O americano saiu vitorioso e conseguiu consolidar o seu percurso de pugilista invicto. 2016 pode ser o ano em que a invencibilidade de Mayweather é quebrada, mas se vencer então será a 49ª, igualando o recorde de Rocky Marciano.

Manny Pacquiao considerou, no final do combate, ser o grande vencedor, uma vez que o seu oponente não fez "nada" para vencer. Todavia, a opinião dos juízes não foi a mesma, acabando mesmo por dar a vitória a Mayweather, considerando que o americano fez aquilo que de melhor sabe fazer: frustrar a ofensiva do seu adversário.