Shaun Murphy, finalista do Campeonato do Mundo de Snooker que se disputa no Crucible Theater, em Sheffield, parece ter reencontrado a sua melhor forma e candidata-se a recuperar o título que ostentou em 2005. Nascido há 32 anos (10 de Agosto de 1982) em Harlow, Inglaterra, Shaun Murphy tornou-se profissional em 1998. Com uma adolescência muito marcada pela separação dos pais e o total afastamento da mãe, entre os 14 e os 19 anos converteu-se ao Cristianismo e é conhecido pela sua militância religiosa.

Apoiante de causas solidárias, decidiu, aquando do Campeonato do Mundo de #Snooker de 2012, doar 100£ (cerca de 136€) por cada break centenário (jogada acima de 100 pontos) ao Royal Manchester Children's Hospital (em 2014 o total ascendeu a 4.100£, mais de 6000€).

Publicidade
Publicidade

Os primeiros sinais da sua qualidade surgiram em 2000, com a atribuição do prémio "Revelação do Ano" e a vitória no English Open. Nos anos seguintes tentou afirmar a sua carreira, tendo conquistado o direito a participar em alguns dos mais importantes torneios, como o Scottish Open, o British Open e o Campeonato do Mundo, sem resultados relevantes. Em 2001 conseguiu o seu primeiro break máximo (147 pontos).

Em 2005, espantou tudo e todos tornando-se o terceiro jogador apurado através de qualifiers a conquistar o Campeonato do Mundo de Snooker. De surpresa em surpresa, eliminou três campeões do Mundo (John Higgins, Steve Davis e Peter Hebdon) e na final venceu Matthew Stevens, por 18-16, após recuperar de um 6-10 no fim do primeiro dia. Conseguiu o registo de 11 breaks centenários na competição.

Publicidade

Nos anos seguintes foi presença habitual nos principais torneios, tendo ganho a Malta Cup (2006) e o UK Championship (2007) e várias finais. No entanto, problemas de cariz pessoal, principalmente o seu divórcio, tiveram impacto significativo no desempenho de Murphy, que só em 2011 voltou a ganhar um dos torneios principais do circuito (o Players Tour Championship Grand Finals).

Desde então, refez a sua vida pessoal e parece ter reencontrado o equilíbrio psicológico necessário para poder voltar a destacar-se como um dos principais jogadores do mundo. O ano de 2014 foi bastante positivo, com vitórias no World Open e em quatro outros torneios pontuáveis para o ranking (Brugge, Gdynia, Bulgária e Ruhr).

Figura simpática para os adeptos, é conhecido pelo sorriso constante e pela indumentária colorida. Contudo, Shaun Murphy mantém relações tensas com a principal figura da modalidade, Ronnie O'Sullivan, que considera pouco profissional. Shaun Murphy conta com um total de 19 vitórias em torneios, já arrecadou cerca de 2.240.000£ (mais de 3.000.000€) em prémios e aspira voltar a erguer o troféu máximo do snooker no próximo dia 4.