A época terminou, mas em Braga prepara-se muito mais do que o plantel da próxima temporada. A equipa ainda não aceitou o desfecho da Taça Challenge e tenta agora os meios legais para repor alguma justiça. Na última semana o clube bracarense preparou e enviou uma extensa carta à Federação Europeia de #Andebol (EHF), acompanhada do vídeo que prova os erros grosseiros da equipa de arbitragem que prejudicou a equipa portuguesa na final, realizada na Roménia. E ameaça não se inscrever na prova para a próxima época.

A última temporada marcou o regresso do melhor ABC à competição. A equipa foi histórica nos anos 90 e o "gigante" andou adormecido nos últimos anos. As dificuldades financeiras explicam um menor investimento no plantel, que aposta mais na formação.

Publicidade
Publicidade

Aliás, numa entrevista recente, o presidente do ABC/UMinho, João Luís Nogueira, disse mesmo que o ABC tem o sexto ou o sétimo orçamento do campeonato português, muito inferior ao dos "três grandes" do andebol, FC Porto, Sporting e Benfica.

Apesar dessas diferenças orçamentais, a equipa bateu-se com todas as equipas em Portugal e brilhou na Europa. Com um treinador ambicioso (Carlos Resende), uma forte aposta na formação, e com alguns atletas mais experientes que regressaram ao clube nos últimos anos, como Humberto Gomes ou Hugo Rocha, a equipa tem-se afirmado nos palcos nacionais.

Venceu a Taça de Portugal, derrotando, na "final-four" o Sporting e o FC Porto, respectivamente, e terminou o campeonato em quarto lugar. Na Europa, onde não actuava há quatro épocas, regressou em grande e logo com a presença na final, onde chegou só com vitórias.

Publicidade

Em Braga venceu por 32-28, mas na Roménia não conseguiu segurar a vantagem de quatro golos, muito por culpa da equipa de arbitragem.

Na carta enviada à EHF, o ABC refere um "sentimento de revolta e frustração, acentuando a ideia de que teríamos de nos transcender e multiplicar para podermos alcançar outro resultado". E, apesar de acreditar em "erros pontuais" durante um jogo, o ABC entende que nada justifica os "graves erros consecutivamente cometidos contra o ABC".

Além da carta, o ABC anexou um vídeo com os erros gritantes da equipa de arbitragem da Macedónia e concluiu, desta forma, o sucedido: "A arbitragem da dupla Krkacev e Kolevski foi cheia de erros evidentes que só prejudicaram e em muito a nossa equipa; os erros foram incontáveis, grosseiros e sempre no mesmo sentido (...) Isto leva-nos a equacionar a inscrição, na próxima época, na referida prova já que a verdade desportiva anda distante!".

A equipa do ABC de Braga aguarda agora que a EHF tome "as medidas necessárias para que em todas as competições sob a vossa égide este tipo de actuações não se repitam".

Consideram que faz bem o ABC em reconsiderar a próxima campanha europeia, como protesto ao sucedido na última final europeia?