O traçado espanhol de Jerez de la Frontera será palco de um evento único no fim-de-semana de 19 a 21 de Junho, quando vários campeões do mundo de #Motociclismo pisarem aquela pista e alinharem num programa recheado de emoção para os adeptos mais saudosistas do motociclismo de competição. Nomes já confirmados no denominado "World GP Bike Legends" passam por exemplo por Freddie Spencer, que foi campeão em 1983 nas 500cc e passados dois anos repetiu o mesmo feito nas 250cc e também nas 500cc. Quem confirmou também a sua presença em Jerez foi o Campeão do Mundo de 500cc Wayne Gardner. São também dadas como certas as participações de Chistian Sarron (Campeão do Mundo no ano de 1984 entre as 250cc) e de Kevin Schwantz, que dominou com mestria o Mundial de 1993 na classe rainha das 500cc.

Publicidade
Publicidade

Loris Capirossi, Didier Rodriguès, Ángel Nieto ou Phil Read - este último Campeão do Mundo por sete vezes e vencedor do Tourist Trophy em 1977 - são outros nomes que ajudarão o evento a ser o pontapé de saída para um Campeonato do Mundo para Motos Históricas. Estes são apenas alguns dos pilotos que irão presentear o público com as suas actuações aos comandos das motos dos seus tempos de glória.

Programa bastante rico

A ideia de reunir o maior número possível de pilotos de nomeada e que construíram os mundiais do motociclismo de competição no mesmo evento é inédita no panorama desportivo mundial. Esta será a primeira vez que estarão em pista vários campeões do mundo, num evento cujo objectivo será "devolver" aos apaixonados das décadas de 70, 80 e 90 as mesmas emoções vividas a cada domingo em que havia corridas de motos.

Publicidade

Apesar deste ser um encontro de campeões, não se pense contudo que os pilotos estarão na pista espanhola "apenas para desfilar". Apesar de alguns contarem já com idades avançadas e estarem retirados da competição, a verdade é que ninguém quererá ficar senão no degrau mais alto do pódio.

António Machado representa Portugal

Do programa para este fim-de-semana contam-se nada mais do que sete corridas, que vão desde as reservadas para as motos com 500cc de GP, continuando pelas 250cc e 125cc, bem como as motos de Grande Prémio de 250cc e 350cc, havendo ainda tempo para se disputarem duas corridas reservadas para motos de GP a dois tempos de 250cc ou monocilíndricas com 350cc de capacidade. Em pista irão ainda passar as provas 125cc de apenas um ou mais cilindros, bem como uma última destinada a albergar as motos de GP até 80cc.

António Machado irá estar presente na corrida das 350cc aos comandos de uma Yamaha TZ G, construída em 1980.