Este fim de semana, o Rio Douro irá receber pela primeira vez o Grande Prémio de Motonáutica. Vai ser possível assistir nas zonas ribeirinhas das cidades do Porto e Gaia à corrida de barcos "fórmula 1". O traçado da corrida será entre o edifício da Alfândega do Porto e a Ponte D. Luís I. Esta prova faz parte do campeonato mundial de motonáutica, sendo a terceira prova a disputar do corrente calendário. É a primeira vez que tal prova é recebida no norte, mais concretamente no rio Douro.

Em edições anteriores a prova já foi disputada no Algarve, em Portimão, sendo que a última vez que estes barcos visitaram o nosso país foi no ano de 2011.

Publicidade
Publicidade

Anteriormente o circuito de Portimão recebeu a prova em 13 edições. Será já este sábado e domingo que os barcos das fórmulas 4-S e F1H2O irão percorrer o circuito do Douro. Estes barcos poderão atingir velocidades compreendidas entre os 120 e os 240 km/h e prometem fazer desaparecer a normal acalmia e monotonia da vida à beira rio.

A etapa do Grande Prémio de Portugal inicia-se já na sexta-feira de manhã com as normais verificações técnicas e administrativas, tendo durante a tarde os primeiros treinos livres. No sábado ainda haverão treinos livres, sendo que as primeiras corridas começarão pelas 16h com a prova de F4 seguida dos treinos da F1. No domingo de manhã haverão novamente treinos livres e cronometrados para de tarde existir a tão aguardada corrida de F1 que tem início marcado para as 17h15.

Publicidade

As provas de F4 têm a duração de 20 minutos e a de F1 de 45 minutos.

O circuito do rio Douro é, a par com o circuito de França (Evians Les Bains), um dos únicos representantes europeus do campeonato deste ano de Motonáutica. Esta prova do Porto/ Gaia é mesmo a primeira do campeonato para a F4, dado que a prova do Qatar, em Doha, foi cancelada devido a razões de segurança provocadas por forte ondulação.

Portugal tem em Duarte Benavente o único representante português, que actualmente ocupa o lugar 15º do campeonato e representa a equipa F1 Atlantic Team.

Estes barcos estão dotados de motores V6 de 2,5 litros e com uma potência até 400 cavalos, demorando apenas 4 segundos a chegar dos 0 aos 160 km/h. Possuem ainda a capacidade de virar 180 graus a 150 km/h, gerando uma força de 4,5 G, isto é, 4 vezes o peso do piloto.  #Desportos Náuticos