Nova polémica no reino dos courts. Nick Kyrgios protagonizou mais um momento triste e embaraçoso para o mundo do #Ténis. Durante o seu embate contra Stanislas Wawrinka, referente aos 16-avos de final do ATP 1000 de Montreal, Canadá, o tenista australiano decidiu agredir verbalmente o suíço, soltando impropérios acerca de uma suposta relação sexual entre a namorada de Stan, Donna Vekic, e um amigo de Kyrgios, Thanasis Kokkinakis, tenista compatriota do número 41 mundial, um lugar atrás do português João Sousa. O jovem de 20 anos corre agora o risco de ser penalizado com uma multa monetária e uma provável suspensão do circuito profissional. 

De acordo com o jornal britânico “The Guardian”, Nick Kyrgios terá dito ao bicampeão de torneios do Grand Slam, “Kokkinakis dormiu com a tua namorada, desculpa lá dizer-te isto”, como resposta à reclamação de Wawrinka pelo tempo que o jovem australiano demorava entre os pontos.

Publicidade
Publicidade

Mais tarde Kyrgios veio afirmar que foi provocado e levado a proferir aquele comentário durante uma partida que estava a ser bastante emotiva e disputada. “Foi no calor do momento, não sei bem. Simplesmente disse-o”, proferiu o jovem descendente de pai grego e mãe malaia.

De imediato as redes sociais incendiram-se com vários comentários desagradáveis em relação à falta de respeito para com Wawrinka e para com o mundo do ténis, dizendo que as entidades responsáveis pelo cumprimento da regulamentação não poderão deixar passar em branco este comportamento infantil e ofensivo de Kyrgios.

De entre os tenistas que exigem sanções face a este comportamento está o próprio suíço que venceu a edição deste ano de Roland Garros. Stan “The Man” (uma das suas várias alcunhas), já condenou a atitude e afirmou: “Espero que a ATP tome medidas contra ele”, dizendo ainda “é jovem mas isso não o desculpa… comporta-se muito mal em todos os jogos”.

Publicidade

Após o final do encontro vencido por Kyrgios, que beneficiou da desistência de Wawrinka devido a uma lesão nas costas, o suíço confrontou o australiano nos balneários, onde lhe disse que o que havia dito são assuntos que não lhe dizem respeito. Independentemente do stress acumulado e da tensão do jogo “são coisas que tu não podes dizer” ter-lhe-á dito Stanislas Wawrinka.

Esta controvérsia é só mais uma da curta carreira do jovem de 20 anos, natural de Camberra, que se deu a conhecer ao mundo em 2014, quando bateu Rafael Nadal na quarta ronda de Wimbledon, com apenas 19 anos. Algumas delas, por sinal bem recentes, têm ligações com insultos a um árbitro e o seu descontentamento, demonstrado publicamente, por estar presente numa eliminatória da Taça Davis, frente ao Cazaquistão, ao serviço da Austrália.