João Sousa garantiu este sábado, 26 de Setembro, a presença na sua terceira final ATP da presente temporada. O português bateu o terceiro cabeça-de-série do torneio, o austríaco Dominic Thiem, nas meias-finais do torneio de São Petersburgo e vai disputar amanhã a grande final. Sousa venceu o encontro em apenas dois set, por 6-4 e 7-6.

O número 1 português no ranking ATP, actualmente no 53.º lugar, voltou a mostrar na Rússia a grande forma em que se encontra, com um jogo muito seguro e mostrando as suas melhores pancadas frente ao nº 21 do ranking mundial. Esta vitória permitiu ao português alcançar a sexta final ATP da sua carreira profissional, a terceira da temporada de 2015.

Publicidade
Publicidade

Com este resultado, 2015 afirma-se como o melhor ano de sempre de João Sousa no circuito profissional de #Ténis.

O vimaranense iniciou a partida em grande estilo adiantando-se no marcador e chegando rapidamente aos 4-0. Dominic Thiem recuperou da entrada mais fraca e recuperou até aos 4-3, no entanto João Sousa manteve os seus jogos de serviço seguintes e encerrou o primeiro parcial com 6-4.

No segundo set os dois tenistas mostraram um grande nível de ténis, com excelentes pancadas de parte a parte. Dominic Thiem colocou muitos problemas a João Sousa e foi o primeiro a quebrar o serviço. No entanto o português não se deixou ficar e imediatamente quebrou o serviço do austríaco repondo a igualdade no marcador. Os dois jogadores mantiveram os respectivos jogos de serviço até aos 6-6, o que levou a decisão do segundo set para um tie-break.

Publicidade

No jogo decisivo Dominic Thiem mostrou-se sólido no início e conseguiu um mini-break, mas mostrando a sua garra João Sousa acabaria mesmo por recuperar a desvantagem e vencer o tie-break por 7-5.

De acordo com o jornal Record, esta foi a primeira vez que João Sousa bateu o austríaco Dominic Thiem. Nos últimos três encontros tinha sido sempre Thiem a levar a melhor, dois dos quais na presente temporada, na final de Umag e na primeira ronda de Marselha. O outro encontro entre os dois tenistas tinha acontecido em 2014 na primeira ronda do Open da Austrália.