Apesar de Sebastien Ogier e Jari-Matti Latvala terem colocado hoje (12 de novembro) a Volkswagen no topo da classificação do Shakedown da derradeira prova do WRC, ao realizar o mesmo “crono”, a marca alemã tem em dúvida o mais recente vencedor de uma prova da competição principal do #Automobilismo, Andreas Mikkelsen, dado que o mesmo foi obrigado a viajar até à Alemanha por questões de saúde, não sendo certa a sua participação na prova.

Foi com o tempo de 2 minutos, 1 segundo e 4 décimas que o actual campeão mundial de ralis e o seu companheiro de equipa venceram a prova teste, que teve o percurso curto de 3,32 quilómetros por entre piso com muita lama.

Publicidade
Publicidade

Kris Meeke foi o melhor da Citroën, marcando o terceiro melhor registo a escassas 3 décimas de segundo dos homens da Volkswagen, tendo sido seguido por Thierry Neuville com o Hyundai i20 WRC logo atrás, a 2 décimas de segundo.

O quinto e o sexto “crono” foram para os companheiros de equipa de Neuville, o australiano Hayden Paddon e o espanhol Dani Sordo.

Elfyn Evans foi o melhor dos Ford, já a 1 segundo e 4 décimas de Ogier e Latvala, enquanto no nono posto classificou-se Kevin Abbring, que não teve a sorte do seu lado ao danificar a traseira do seu Hyundai numa travagem mais arriscada num fardo de palha já perto do fim do percurso.

O jovem Stéphane Lefebvre completou o “top-ten” com o Citroën DS3 WRC.

Robert Kubica levou o seu Fiesta WRC ao 11º posto, deixando o jovem italiano Lorenzo Bertelli, também em viatura idêntica, atrás de si, enquanto Ott Tanak e Martin Prokop os perseguiram na classificação.

Publicidade

De realçar que Robert Kubica e Mads Ostberg tiveram problemas com as suas caixas de velocidades, vendo-se obrigados a trocá-las na assistência.

Para o primeiro dia de competição, amanhã, estão reservadas as duplas passagens por Hafren, Sweet Lamb e Myherin.

Depois de termos tido a presença de João Fernando Ramos, navegado por José Janela, com o Mitsubishi Lancer EVO X da RMC na anterior prova do WRC, desta feita não haverá qualquer representante luso.