Já foi duas vezes eleito o melhor jogador de #Futsal do mundo. Mas a carreira de Ricardinho não começou da melhor maneira. Antes de ser o mais desejado dos atletas do futsal mundial, Ricardinho tentou a sorte no futebol e fracassou. Aos 30 anos, o jogador contou na televisão espanhola como o FC Porto lhe bateu com a porta e pôs fim ao seu sonho de ser futebolista.

Em entrevista ao programa "El Larguero", da Cadena Ser, Ricardinho revisitou a sua infância e contou o mau momento que viveu quando, aos 10 anos, viu rejeitado o sonho de ser jogador de futebol no FC Porto. Natural do Porto, o agora craque do futsal destacava-se num clube filial dos dragões. Quando teve oportunidade para fazer testes no FC Porto, viu recusada a entrada por ser "baixinho". 

Apesar de muito talentoso, o treinador, que já não era o mesmo que o tinha convidado para fazer o teste de captação no plantel dos dragões, disse que ele "precisava de crescer". Contrariado com a recusa, Ricardinho acabou por desistir do futebol. Para ele não fazia sentido continuar a jogar numa filial. Se não podia desenvolver o seu talento na "melhor equipa portuguesa a formar jogadores", o atleta não quis tentar a sua sorte noutro clube de menor dimensão.  

Se antes dos testes no FC Porto era o melhor marcador da sua equipa, com 120 golos, após essa recusa Ricardinho esteve um ano e meio sem voltar aos relvados. E o regresso foi para o futebol de sete. Após convite de alguns amigos jogou um torneio e destacou-se com naturalidade. Aos prémios de melhor jogador e melhor marcador, juntou alguns convites para voltar ao futebol. Nenhum surgiu da parte dos "três grandes" (FC Porto, Benfica e Sporting) e Ricardinho recusou voltar ao futebol. Seguiu-se o futsal e essa história é bem conhecida. Melhor jogador do mundo por duas vezes, espalha magia pelos pavilhões de Espanha, onde levou o Inter Movistar a vencer a fase regular do campeonato. 

O jogador da seleção nacional conta com a companhia do compatriota Cardinal e vão chegar no primeiro lugar ao "play-off" que vai decidir o campeão espanhol. A concorrência é forte mas, na fase regular, o Inter conseguiu superar o crónico favorito Barcelona.  #F.C.Porto