Tatyana Lysenko, campeã olímpica do lançamento do martelo em Londres de 2012, foi suspensa devido aos resultados obtidos da reanálise de uma amostra recolhida em 2005. O anúncio foi feito pela Associação Internacional das Federações de #Atletismo (IAAF) esta terça-feira e vem ensombrar o atletismo russo, já marcado pelos sucessivos casos de doping, que custaram à federação russa a suspensão desde Novembro último. Recorde-se que a Federação Russa de Atletismo aceitou a suspensão decretada pela IAAF após a Agência Mundial Antidopagem (AMA) ter denunciado que o uso generalizado de substâncias proibidas tinha o apoio estatal.

Publicidade

Apesar da suspensão provisória da atleta Tatyana Lysenko, a IAAF não revelou qual o produto nem a data da análise.

Publicidade

A Russia vê-se assim, mais uma vez, a braços com a reputação manchada dos seus atletas numa altura em que tenta voltar a conquistar credibilidade até à reunião do Conselho da IAAF, em Maio. Em causa está a autorização, ou não, da participação dos atletas russos nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Como consequência desta situação, em Fevereiro foi criada uma declaração antidoping pelo organismo federativo para que os atletas, ao assinarem, declarem que nunca consumiram, transportaram ou distribuíram produtos proibidos para doping.

Note-se que os nomes de atletas russos envolvidos em dopping têm sido constantes: Nadezhda Kotlyarova, Andrei Minzhulin, Gulshat Fazletdinova, Olga Vovk e ainda Yuliya Efimova, todos afastados por doping através da substância "meldonium", uma substância que melhora a circulação sanguínea. Além da suspensão da Federação Russa e dos atletas em causa, este caso tinha já levado Grigory Rodchenkov, chefe do laboratório antidoping, à demissão..

Publicidade

A estes casos junta-se ainda o da tenista Maria Sharapova, suspensa preventivamente desde 12 de Março pelo controlo positivo do mesmo meldonium. Esta substância tornou-se proibida desde o início deste ano e tem sido a causa de vários casos positivos para doping.

Tatyana Lisenko junta-se agora à longa lista de atletas russos medalhados, suspensos, numa lista que parece não ter fim.