Está ao rubro a final do campeonato nacional de #Andebol. Depois de ABC e Benfica terem causado alguma surpresa ao apurarem-se para a final, em detrimento dos favoritos FC Porto e Sporting CP, e depois de os dois clubes estarem empatados com duas vitórias cada na final, o quinto e último jogo está agora envolto numa enorme polémica.

Tudo, porque o ABC de Braga se recusou a ceder bilhetes aos adeptos do #Benfica para o jogo desta quarta-feira. O clube de Braga justificou esta tomada de decisão com o facto de, no jogo 3, terem existido incidentes com os adeptos do Benfica, algo que o ABC pretende evitar desta vez. Em declarações amplamente difundidas na comunicação social, João Luís Nogueira, presidente do clube minhoto, confirmou que o seu clube não iria ceder bilhetes de visitante para o Pavilhão Flávio Sá Leite.

Publicidade
Publicidade

O presidente defende que essa medida foi tomada em nome da segurança de todos os espectadores e de forma a evitar comportamentos incorrectos, como os que os adeptos do Benfica tiveram no jogo 3, onde, segundo ele, até very-ligts rebentaram dentro do pavilhão. O presidente do ABC de Braga vai ainda mais longe, levantando também o véu sobre alegados problemas que terão existido no túnel no final do jogo 4, em Lisboa.

Perante esta situação, e não querendo entrar em grandes trocas de palavras públicas, fonte oficial do Benfica defendeu que caso os seus adeptos não tivessem direito aos bilhetes regulamentados por lei, o clube não se apresentaria em Braga, e a Federação teria que dar a vitória ao clube da Luz.

Perante toda esta polémica, a Federação Portuguesa de Andebol decidiu-se pelo adiamento do jogo desta quarta-feira, para o próximo sábado, às 18:30.

Publicidade

Na mesma nota, onde informa da alteração da data do jogo, a FPA estabelece também um prazo limite, até quinta-feira, às 12:00, até à qual o ABC de Braga terá que disponibilizar os bilhetes regulamentados e, caso não o faça, o jogo será transferido de Braga para São João da Madeira. Não se sabendo ainda a resposta do ABC a este ultimato, uma coisa é certa, este caso ainda dará muito que falar até ao próximo sábado...